Vou desocupar um imóvel. E agora?

Tudo o que você precisa saber para evitar dor de cabeça!  

Você vai desocupar um imóvel alugado e está com muitas dúvidas sobre como vai ser. Isso é muito comum. A desocupação do imóvel é um assunto que gera muitas dúvidas e até assombrações. Isto acontece porque as pessoas tem por costume não ler o contrato e possuem o medo de que neste momento, algumas surpresas podem aparecer. 

Por isto, fizemos este post de hoje. A ideia é contar para você tudo o que você precisa saber para não ter nenhum transtorno e fazer a devolução do imóvel de forma tranquila. 

O primeiro passo para a devolução do imóvel é formalizar a sua intenção de entrega. O ideal é que seja o prazo mínimo de 30 dias antes da saída, mas, quando antes você avisar a imobiliária, melhor. 

A premissa básica em qualquer locação é: “deixe o como o encontrou”. Você deve entregar o imóvel nas mesmas condições em que ele estava lá no momento da locação, lembra? 

Foi neste momento, na entrada no imóvel, que foi feito a vistoria. Ela serve tanto para a sua segurança, quanto como a do proprietário. Vai ser baseado nela que as condições do imóvel serão conferidas. 

Verifique desde as condições (e cor) das pinturas e faça os reparos necessários. Também é preciso verificar as condições de equipamentos como torneiras, maçanetas e móveis, quando houver. 

Caso tenha feito alguma benfeitoria no imóvel você precisa ter em mente que o proprietário tem a opção de mantê-la. Mas esta é uma decisão exclusiva dele e ele não tem a obrigação de ressarcimento. A menos que tenha ocorrido algum acerto prévio, é claro. 

Estando tudo certinho, a imobiliária fará uma nova vistoria e, com tudo aprovado, ela dará o aceite na devolução do imóvel. Caso alguma questão não esteja de acordo, a imobiliária está disponível para negociar a melhor forma de corrigir e garantir o encerramento do contrato. 

Além de entregar o imóvel nas mesmas condições em que ele foi encontrado, existem algumas outras coisas que são bem importantes. As contas precisam estar em dia e aqui entra tudo o que é de responsabilidade do locatário: água, luz, IPTU… Também é preciso lembrar de cancelar eventuais serviços extras que foram contratados como internet, tv a cabo ou serviços de telefonia. 

A entrega de imóvel exige atenção e é por isso que a assessoria da imobiliária faz toda a diferença. Nós, da equipe da Imobiliária Razão, estamos a disposição para te ajudar neste momento com toda a segurança e tranquilidade que você merece. 

E se você ficou com alguma dúvida, estamos aqui para te ajudar. 

Cuidados com o seu imóvel para vender mais rápido.

vender casa

Vai vender um imóvel? 

O time de corretores da Razão vai dar o seu melhor para vender ele, mas, você também pode contribuir com alguns cuidados para que ele seja vendido mais rápido. 

Estes cuidados não se limitam apenas à aparência que ajudam a valorizar o imóvel, mas, incluir outras questões como documentação, por exemplo. Tudo para que a negociação seja tranquila rápida. 

Bora lá? 

1) Reforme o imóvel 

Isto mesmo. Antes mesmo de colocar o imóvel a venda, faça os reparos necessários. Impressionar os interessados é fundamental. 

Fica mais difícil o potencial comprador se interessar por um imóvel que esteja com muitas “coisas pra fazer”. Isso vai desmotivá-lo. 

Então, deixe tudo bonitinho para causar uma boa impressão. 

2) Renove a pintura 

Paredes sujas ou com marcas do tempo também podem desmotivar um possível comprador. 

Uma dica importante é investir em tons claros que, além de agradar a maioria das pessoas, contribuem para ampliar os espaços. 

3) Organização 

Um ambiente organizado é essencial para atrair potenciais compradores. Lembre-se que a Razão vai disponibilizar as fotos no seu site e em portais parceiros, como a Rede ImóveisMuitas fotos serão disponibilizadas e, fotos com bagunça são menos atrativas. 

Esta dica vale ainda mais para o momento da visita. Se ela foi agendada, isso significa que a pessoa já deu um passo adiante no seu interesse. Então, um ambiente organizado e impessoal é importante para que o provável comprador possa de identificar com o imóvel. 

4) Ilumine o ambiente 

Lembre-se que quando um interessado for visitar o imóvel, ele vai reparar em todos os detalhes e a iluminação está incluído. 

Verifique as luzes do local e substitua lâmpadas queimadas. A maioria das pessoas gostam de cômodos claros e bem iluminados. 

5) Revise a documentação 

Além da preocupação com a parte física do local, quem vende deve ficar atento à documentação envolvida na transação. Por isso, certificar-se de que tudo está em dia, como pagamentos de impostos, contas e escritura, é uma medida que evita aborrecimentos futuros relacionados a essa questão. 

Vale lembrar que, entre os documentos envolvidos na negociação, estão: 

  • certidão atualizada do registro do imóvel; 
  • comprovantes de pagamento do IPTU; 
  • declaração do síndico ou administrador assegurando que o imóvel não tem débito, entre outros. 

 Como você pode ver, uma boa negociação depende muito dos cuidados com o imóvel antes de colocá-lo à venda. Com tudo em dia, tenha certeza que a equipe da Razão estará empenhada em divulgar o seu imóvel e encontrar o comprador. 

Qualquer dúvida que você tenha, estamos à disposição! =) 

Aluguel para estudantes em Curitiba: dicas para escolher o imóvel ideal

Curitiba tem diversas universidades renomadas: UFPR, PUC, UTFPR, Universidade Positivo, Tuiuti, entre outras. Isso atrai um grande número de estudantes todos os anos, que sonham em passar no vestibular e iniciar uma vida acadêmica promissora.

Para quem já vive na capital paranaense, isso não é tao complicado, mas há muitos jovens que vêm de outras cidades — e mesmo de outros estados — para prestarem seus vestibulares por aqui. Se forem aprovados, passarão alguns anos por aqui.

Continue lendo “Aluguel para estudantes em Curitiba: dicas para escolher o imóvel ideal”

O valor da casa dos famosos

Quanto custam os apartamentos e casas da ficção?

Morar de aluguel é a realidade de muitos. Já algumas outras pessoas conseguem realizar o sonho da casa própria, na vida real. Mas na ficção, parece que as coisas são bem mais fáceis. Por exemplo, em Friends, Monica e Rachel moram num belo (e grande) apartamento em West Village, Nova York, com aluguel aproximado de 4.000 dólares. Será que elas dariam conta de pagar por tal imóvel?

Continue lendo “O valor da casa dos famosos”