Regras infalíveis para viver em uma república

Passou no vestibular em outra cidade e precisa se mudar? Ou então, mergulhou naquela oportunidade de emprego em uma grande metrópole? Seja qual for o motivo, a mudança de vida é impactante.  Por motivos financeiros, muitas pessoas que passam por momentos optam por morar em uma república. E dividir o teto com outras pessoas, inicialmente “estranhas”, não é uma missão muito fácil.

Por isso, hoje no blog da Imobiliária Razão,  trouxemos algumas regras infalíveis para quem vai ingressar nessa aventura que é morar em república.

república-imobiliaria-razão-curitiba

1. Crie regras dentro da república

A primeira regra de sobrevivência consiste nada menos do que criar as famosas regras de convivência. Com isso, fica muito mais fácil  viver em harmonia com todos os moradores e os limites são respeitados de maneira leve.

Um exemplo básico de regra é: não receber visitas sem avisar a galera. Assim, ninguém é pego de surpresa e fica tudo certo.

2. Diálogos e mais diálogos

Convivência é difícil, principalmente em uma república. Independente de se dar bem ou não com as pessoas que se convive, vez ou outra é comum que ocorra alguma situação desagradável. Até mesmo lidar com as diferenças é uma tarefa complicada.  E assim como em tudo na vida, nessas horas o diálogo também salva se acontecer de maneira correta.

Lembre-se que em uma república todos estão no mesmo balaio, por isso, não é legal fazer acusações ou deixar as outras pessoas em posições diferentes das outras. Então, tenha calma, seja justo, flexível e racional, ok?!

3. Divida as responsabilidades entre os moradores 

Para não perder o controle na república, é ideal que cada morador tenha as suas responsabilidades.  Portanto, façam uma reunião e dividam as tarefas e contas que cada pessoa irá assumir. Neste momento é muito importante ser justo para que ninguém fique sobrecarregado.

4. Respeite o jeito do outro e seja amigo

Isso vale para todos os âmbitos da vida, mas se agrava quando se divide o mesmo teto. É aquela história: cada pessoa tem o jeito. São visões de mundo e criações diferentes, então, o  negócio é ser tolerante e respeitar para ser respeitado.

Cultivar a amizade também faz toda a diferença nessas horas. Isso nào significa que você precisa ser amigo de todo mundo, mas é bacana ouvir e ajudar no que for possível.  Pode até ser que você crie elos de amizades que se fortalecerão e serão levados para a vida toda. Além do mais, fica bem mais fácil de resolver as diferenças.

5. Não empreste nada sem antes pedir permissão

Nunca foi e nem será legal pegar as coisas dos outros sem pedir permissão. Isso pode gerar muitos conflitos. Não importa se for comida, sabão em pó ou qualquer outro item, por mais simples que seja, peça autorização para usar.

6. Tenha foco no seu propósito

Morar com várias pessoas tem seus momentos de cansaço e também de diversão. Mas, por hipótese alguma, se desvie do seu objetivo e nem o deixe em segundo plano. Essa é uma das fases da sua vida acadêmica, então tenha foco e caminhe em direção ao seu futuro.

7. Seja responsável

Morar longe dos pais não é sinônimo de fazer o que bem entender. Lembre-se que, quando se mora em uma república, você ainda convive e divide espaço com outras pessoas.  Seja legal consigo mesmo: levante, organize suas coisas e cumpra com suas obrigações de casa. No mais é só alegria.

Dicas para comprar o primeiro imóvel

imóvel

A casa própria, certamente, é um sonho em comum entre muitas pessoas. Mas na hora de tornar este sonho realidade é preciso ter o pé no chão e agir com responsabilidade. Por isso, hoje trouxemos dicas incríveis do Blog Guiabolso para facilitar a sua vida na hora de comprar um imóvel. E lembre-se: conte sempre com os corretores aqui da Imobiliária Razão para essa empreitada!

imóvel

 

1. Onde vou morar

É importante saber em qual região se pretende morar e conseguir delimitar territorialmente os bairros que farão parte da nossa  pesquisa. Neste momento, algumas perguntas devem ser feitas, por exemplo: este imóvel é para uma moradia temporária ou mais duradoura? Ele atende às necessidades do meu projeto de vida e familiar? Quais facilidades a região oferece?

2. Renda familiar

Se você contará com outras pessoas para ajudar com os custos da aquisição de imóvel, o planejamento financeiro é um passo fundamental. É ideal fazer a somatória das rendas envolvidas neste processo e que serão comprometidas com o financiamento do imóvel, caso esta seja a sua opção de pagamento.

É primordial ter a consciência de que a compra de um imóvel é um investimento alto e que, muitas vezes, para a realização deste projeto será necessário fazer o corte de alguns gastos e todos os envolvidos devem estar comprometidos com este objetivo e cientes de que algumas renúncias deverão ser feitas ao longo deste processo.

3. Programe-se para comprar a casa própria

A parte financeira pode ser a solução ou início dos seus problemas, tudo vai depender de como você se programa para comprar a casa própria. Se você pretende adquirir um imóvel e ainda não começou a poupar, reveja seus projetos.

É necessário ter uma quantia em dinheiro reservada para dar a entrada na negociação. Lembre-se, quanto maior for o sinal, menor será o valor do seu financiamento e do seu endividamento final.

4. Pesquise sem pressa

Por mais que o seu desejo de ter o primeiro imóvel seja urgente, é preciso ter cautela. Hoje, o mercado está com várias boas oportunidades e uma pesquisa qualificada te dará a chance de encontrar o melhor negócio que se enquadre ao seu perfil.

Para isso, é fundamental contar com a consultoria de um profissional qualificado e preparado para atuar no mercado imobiliário.

5. Atenção com os custos extras

Os gastos com a compra de um imóvel não se limitam apenas ao financiamento e ao valor das prestações. Há ainda as taxas de transferências, taxas de encargos bancários e questões referentes à documentação. É necessário ter uma reserva financeira.

6. Espere para reformar

É comum, ao adquirir o primeiro imóvel, o impulso de deixar a casa com a sua personalidade, entretanto, é importante esperar. Mude primeiro, se acostume com o novo espaço. Lembre-se, os custos que surgem com a aquisição do imóvel são muito elevados.

Equilibre-se financeiramente novamente e faça um fundo de reserva para depois começar a fazer as alterações desejadas.

Não há como fugir, a compra do primeiro imóvel é um passo muito importante na vida de qualquer pessoa, por isso tem que ter planejamento. Essa é a palavra-chave para evitar transtornos futuros e potencializar as sensações prazerosas desta realização.

 

Dicas para alugar um apê pela primeira vez

alugar

Uma das coisas mais trabalhosas que existem é procurar um apartamento para alugar. Essa é uma tarefa que requer planejamento e atenção com cada detalhe, a fim de evitar problemas ou arrependimentos, aliás, a mudança em si já não é nada fácil.

Para os locatários de primeira viagem, tudo pode parecer um tanto mais complexo, mas fique atento: alguns tópicos jamais devem passar despercebidos no momento da busca. Pensando nisso, hoje trouxemos dicas para que você não passe apuros na procura pelo apê ideal.

alugar

Avalie suas reais necessidades

O primeiro passo de todos consiste em avaliar e saber exatamente quais são suas reais necessidades de moradia para o estilo de vida e momento vividos. Leve em conta  fatores como localização, espaço, infraestrutura da região, proximidade do trabalho e condição financeira. Assim, fica muito mais fácil alugar o apê ideal.
Estabeleça um valor limite
Agora que você já fez um levantamento das suas necessidades, estabeleça uma faixa de preço de aluguel que esteja dentro do seu orçamento. Não esqueça de incluir neste valor taxas como condomínio e IPTU, além de outras despesas mensais de moradia.

E ainda, na hora de procurar um apartamento para alugar, avalie qual a garantia locatícia que se  encaixa com o seu perfil de locatário. Existem várias modalidades de garantias para escolher, tais como fiador, carta fiança, caução de bem imóvel, seguro fiança locatícia, título de capitalização, entre outras.

Conte sempre a Imobiliária Razão
Nós estamos aqui para te ajudar, portanto, conte com a Imobiliária Razão para que todo o processo de locação aconteça adequadamente.

A maioria das pessoas, acham que alugar um imóvel é simples, mas na verdade o negócio é mais embaixo. Com a Imobiliária Razão, você terá suporte do início ao fim do processo de locação, logo, evitará possíveis dores de cabeça. Então, não importa se o seu intuito é comprar ou alugar, tudo é burocrático e nossos corretores estão aqui para te ajudar. 😉

Atente-se aos detalhes na hora de visitar o apartamento
Finalmente você encontrou o apartamento dos sonhos e que se encaixa perfeitamente no seu orçamento e atenda suas necessidades. A próxima etapa agora é conhecer o apê e fazer a vistoria para saber se o imóvel realmente está dentro das suas expectativas. Fique atento a cada detalhe durante a visitação e avalie tudo antes de fechar o contrato.

Ah, é importante se ligar no termo de vistoria, feito pelo profissional da imobiliária. Nele, você confere todos os detalhes do imóvel, inclusive as condições que você o encontrou e terá que deixá-lo após a desocupação.
Atenção com a documentação
Sinceramente, este deveria ser o primeiro passo antes de alugar um imóvel. Esteja atento a toda documentação necessária para locação e evite dores de cabeça. Informe-se antecipadamente com a imobiliária sobre todos os documentos e com certeza o processo será muito mais ágil.

IPTU: dicas para o pagamento do imposto

iptu

Para muitos, IPTU é uma sigla muito temida no começo do ano. Entretanto, é preciso saber que, na verdade, o Imposto Predial e Territorial Urbano é um tributo pago ao governo municipal apenas por aqueles que possuem algum imóvel dentro dos limites urbanos. Então, para que o imposto não seja um bicho de sete cabeças na sua vida, hoje trouxemos um texto do blog Organizze para que as dúvidas sejam esclarecidas de uma vez por todas. 😉

iptu

Afinal, o que é o IPTU?

Imposto Predial e Territorial Urbano que conhecemos atualmente foi instituído em 1988, pelo artigo 156 da Constituição Federal. Ele rescinde sobre qualquer propriedade situada em território urbano, como terrenos e prédios. Segundo o item de sua criação, apenas governos municipais têm competências para aplicá-lo e nenhuma outra esfera pode cobrá-lo.

Segundo estatísticas, a arrecadação deste imposto, somente na região Sudeste, representa cerca de 30% de toda a receita tributária dos municípios. Isso demonstra que o IPTU é de grande importância para financiar os diversos serviços públicos e de infraestrutura oferecidos pelo governo de sua cidade, como saúde, educação e urbanização.

Como é calculado o IPTU?

A base de cálculo do IPTU é o valor venal do imóvel e, em algumas cidades, é adicionada, também, a alíquota definida pela lei do município, que varia, em média, de 0,5% a 3% do valor venal.Para saber qual é o valor venal de seu imóvel, os órgãos administrativos municipais analisam diversos fatores. Na maior parte das cidades, este número é calculado com base nos seguintes princípios:

Tamanho do terreno: O valor venal de cada imóvel é proporcional ao seu tamanho. Em ordem, prédios que ocupam espaços menores na cidade, terão IPTU mais baratos e para aqueles que possuem maior ocupação, será cobrado um valor mais alto.

Localização do imóvel: Toda cidade possui o chamado Planta Genérica de Valores (PGV), que determina as áreas mais valorizadas e terão um imposto mais caro e aquelas que são de menor importância. Para saber qual o valor da zona onde está localizado o seu imóvel, basta consultar o carnê de seu IPTU ou comparecer à prefeitura de sua cidade.

Área construída: Se você possui apenas um terreno, deverá pagar um valor inferior àquele que é cobrado de áreas onde há prédios e residências construídas.

Qualificação do imóvel: O valor venal também é calculado de acordo com a função que terá aquele tipo de imóvel. Para prédios comerciais e industriais, o preço é mais alto do que o daquelas propriedades que servem apenas como residência.É importante lembrar que o valor venal não pode ultrapassar os 50% do valor de mercado de seu imóvel. Por isso, caso isso ocorra, você deverá entrar em contato com a prefeitura de sua cidade e pedir para que o valor seja corrigido.

Quem paga: locador ou locatário?

A regra é bem clara e simples. Assim como diz o nome “Imposto Predial e Territorial Urbano”, o contribuinte deste tributo deve sempre ser aquele que possui alguma propriedade nos limites urbanos. Por isso, em casos de aluguel e arrendamento, o dono do imóvel deverá ser o responsável pelo pagamento do IPTU. Mas, há também casos em que pode ser repassado este valor ao inquilino.

A situação, que está prevista na Lei de Locações, só pode ocorrer se ela já estiver contida no contrato de locação. Por isso, deve-se tomar o cuidado para que não sejam feitos acordos verbais e que ambas as partes devam ser esclarecidas quanto a isto.Em resumo: a responsabilidade de pagar o IPTU é do locador e é intransferível. Mas, caso haja um acordo previsto no contrato, o locatário deve destinar o valor do imposto ao proprietário do imóvel em que ele ocupa.

Há alguém isento?

Para cada município, existe uma especificidade. Na maior parte das cidades, estão isentos do pagamento do IPTU, aposentados, pensionistas e beneficiários da renda mensal paga pelo INSS. Além disso, é permitida a isenção de entidades culturais, agremiações desportivas, imóveis para fins educacionais e aqueles que são ocupados por entidades governamentais estrangeiras e, ainda, imóveis particulares cedidos pelo governo municipal, estadual, ou ainda, pela União.

Em casos, em que o valor venal do imóvel não ultrapassa a quantia mínima estipulada pela prefeitura do município, o proprietário pode demandar a sua isenção. Na cidade de São Paulo, por exemplo, este número é de R$ 70 mil. Logo, qualquer dono cuja propriedade apresenta venal menor do que este valor está isento de pagar o IPTU.

Como obter descontos?

Se você não está na lista de isentos e precisa pagar o seu IPTU, há maneiras de tornar tudo isso menos agressivo ao seu bolso. Os descontos, assim como as insenções, também são específicos de cada cidade. Entretanto, a maioria dos municípios agregam abatimentos no valor do imposto para aqueles contribuintes que pagam a cota única, quitam todas as dívidas anteriores com o governo ou que liquidam o imposto na data determinada pela prefeitura.

Em média, estes descontos podem variar de 4% a 8% e em diversos casos, eles podem ser bem vantajosos e compensadores. Segundo especialistas, o desconto oferecido pelos órgãos municipais supera o valor acrescido em pagamentos a prazo.

Posso parcelar o IPTU?

Se não possui todo o recurso necessário para quitar de uma só vez o seu IPTU, você pode parcelá-lo. Apesar de não ser uma medida aconselhada, esta possibilidade é mais indicada do que obter financiamentos e créditos em bancos para sanar o tributo em cota única.Na maioria dos municípios, o valor é dividido em até 10 parcelas sem juros e acréscimos.

Para que você não sofra com o aumento da quantia já estipulada, é necessário que pague tudo em dia. Conhecer melhor o IPTU é uma forma de torná-lo menos ameaçador. Se você possui algum imóvel e está na dúvida de como quitar o imposto, analise as suas opções e escolha aquela que é mais conveniente. Dessa forma, você evitará problemas financeiros.

Como deixar a casa fresca em dias quentes

dias quentes-imobiliaria-razão-curitiba

Tudo bem que a frente fria chegou, mas não dá pra negar que todo mundo sofreu um tanto com os dias quentes que invadiram esse país tropical. Caso as altas temperaturas voltem, trouxemos dicas para deixar a casa fresca nos dias em que o calor não der trégua. Confira:

Ventiladores

Para iniciar a lista, mencionaremos o melhor amigo daqueles que sentem calor: o ventilador. Ao anoitecer, coloque-o para frente para a janela, com  a parte dianteira apontada para o lado de fora. Dessa forma, ele irá empurrar o ar quente para fora e trazer o frio para dentro.

Caso isso não seja o suficiente, deixe-o voltado para quem estiver no ambiente e coloque o uma tigela com gelo na frente do ventilador. O vento vai difundir o ar gelado e refrescar o ambiente. Só tenha cuidado para não molhar o fio e causar acidentes.

Espelho d’água

Bacias espalhadas pela casa são uma mão na roda para driblar o calor. Tudo isso porque a água evapora e deixa o ar mais úmido, consequentemente, também torna a respiração mais confortável. Coloque-as embaixo da cama para que ninguém possa esbarrar. Lembre-se de trocar a água diariamente para não tem problemas com aquele hóspede indesejado que se chama mosquito da dengue.

Agora, se você quer um pouco mais de beleza para usar este método, use fontes. O legal é que a maioria delas não precisam de instalação e requer apenas eletricidade.

Troque as lâmpadas

As lâmpada incadescentes são grandes vilãs em dias quentes. Infelizmente, para produzir luz, elas também produzem calor, logo, a sensação térmica vai para as alturas. Então, seja gentil com você mesmo: substitua as lâmpadas incandescente por flourescentes ou de LED. Tudo bem que são um pouquinho mais caras, mas pode ter certeza queconsomem menos energia, duram mais tempo e ainda, dão aquela aliviada digna no calor.

Tecidos leves

Você com certeza já sentou em um sofá de couro em dias quentes e se arrependeu. Mas calma, se o  revestimento do sofá ou da poltrona da sua casa esquenta muito como o veludo ou couro, cubra-o com uma capa ou manda feita com tecidos mais leves. A seda e o algodão são ótimas opções.

Tudo branco
Desde o ensino primário sabemos: o branco mais reflete do que absorve luz. Portanto, as parede e cortinas brancas já quebram um bom galho para que o ambiente não esquente ainda mais.

Barre a luz
Para isso, use cortinas que sejam leves e vazadas. Assim, a brisinha tem uma passagem mais favorável.

Olha, se mesmo seguindo essas dixcas a sua casa não ficar mais fresca, o jeito é entrar em contato com um dos corretores aqui da Imobiliária Razão. Pode confiar, a gente acha um lar fresquinho e aconchegante pra você. Atá mais 🙂

Pets: como criar cães e gatos em apartamentos?

Ter pets é uma das coisas mais gostosas que existem. Não tem sensação melhor do que entrar em casa e ser recebido por aquele amigão. No entanto, quando se mora em apartamento, o negócio é um pouco mais complexo.

Hoje trouxemos dicas do Blog Pet Rede para quem pretende adotar um animalzinho, mas tem pouco espaço. E se você mora em um lugar onde é proíbido ter um companheiro de quatro patas, entre em contato com um dos corretores aqui da Imobiliária RazãoCom certeza podemos te ajudar a encontrar um imóvel que seja pet friendly. 😉

Gatos

pets
Os gatos são uma das melhores opções para quem mora em apartamento. Os pets são menos que a maioria dos cães, são independentes e costumam ser mais limpos. Além disso, qualquer gato se adapta facilmente ao apartamento.

Mesmo com toda facilidade, o tutor deve sempre colocar alguns adereços na casa, para a proteção do bichinho. O mais importante, como para qualquer outro local, é o modo de criação de um gato em apartamento. O carinho, cuidados e limites impostos pelo tutor para que a convivência seja agradável para ambos.

Dicas
A primeira coisa a se fazer é colocar telas nas janelas e varanda do apartamento. As telas evitam acidentes, já que os gatos são, por instinto, caçadores, e por isso, estão sempre atentos aos movimentos ao seu redor.

Os brinquedos são importantes para que o animal faça seus exercícios, evitando assim a obesidade. Além disso, os arranhadores evitam que o gato arranhe os móveis da casa.

As caixas de areia são indispensáveis, pois são onde o pet faz suas necessidades. Existem alguns outros acessórios que são mais opcionais, mas que ajudam no conforto do gato no apartamento.

Cães

pets
Ter um cachorro é sempre uma alegria, mas exige muita dedicação e um cuidado com a saúde do animal, bem como com a limpeza da casa. No caso dos apartamentos, quando os bichos vivem em ambiente interno, a atenção deve ser redobrada: os cães, principalmente, podem deixar um odor bem característico, podendo ser seu cheiro natural ou mesmo alguma necessidade que tenha escapado por um motivo.

O mais importante, como para qualquer outro local, é o modo de criação de um cachorro em apartamento. O carinho, cuidados e limites impostos pelo tutor para que a convivência seja agradável para ambos.

Dicas
Separe um tempo diário para o seus pets. Os cães precisam passear todos os dias. Os cães de porte médio ou grande, precisam, ainda mais, de atividades físicas. Certifique-se que o animal tem com o que se distrair. Os brinquedos ajudam o pet a passar o tempo, além de evitarem que eles destruam os móveis da casa.

A tela é indispensável para ter um pet no apartamento. O mesmo vale para os ambientes da casa onde ficam materiais que possam machucar o cachorro. Deixe sempre fora de alcance, já que o animal pode pular.Outro fator a ser levado em consideração é o condomínio em que viverá o pet, já que em muitos casos, não é permitido a entrada dos animais.

Piscina: cuidados necessários com a manutenção

piscina

É verão e as altas temperaturas estão marcando presença em todo o Brasil. Com isso, nada melhor do que uma piscina para rebater o calor. Mas atenção: antes de cair na água, certifique-se de que a manutenção da piscina está em dia. Para te dar um mãozinha nessa tarefa, trouxemos dicas incríveis de como deixá-la limpa e bem cuidada. Bora aprender como se faz?!

piscina

PH

Vamos começar pelo mais importante: o PH. Certifique-se de que ele esteja entre 7.0 e 7.4. Caso contrário, ajuste-o antes da aplicação do cloro.  Faça isso pela manhã ou tarde, com produtos específicos, tanto no ajuste, quanto no teste.

Cloro

Agora, com o PH ajustado, é hora de aplicar o cloro. O melhor momento para fazer isso é na parte da tarde ou da noite. Uma horas após a aplicação, a piscina está liberada. A frequência de aplicações varia de acordo com o número de banhistas.

Filtro

O filtro ligado é ideal para que se evite a proliferação de algas. Isso porque, ele faz a movimentação da água e a troca de oxigênio, representando 50% do tratamento da água. Portanto, é importante que o filtro seja ligado durante seis horas diárias em períodos de uso frequente da piscina e cada dois dias durante o inverno, por exemplo.

Ah, e ainda no que se diz respeito ao filtro, vale lembrar que a a sua areia deve ser trocada a cada 18 meses e sua lavagem deve ser realizada toda semana.

Água verde na piscina

Quem nunca olhou para alguma piscina e se deparou com a famosa água verde? Isso acontece porque as algas (muito pequenas), presentes no ar,  caem na piscina e, caso nada impeça seu desenvolvimento, elas proliferam, causando a bendita coloração esverdeada. Então, é importante manter a limpeza da piscina em dia,  afinal, não é nada agradável. Caso a alga já tenha se manifestado, resolva a situação usando algicida.

Agora que você já sabe como limpar a piscininha, basta aproveitar o restante do verão. E se você ainda não tem uma casa com piscina, entre em contato com um de nossos corretores. Aqui na Imobiliária Razão, o lema é realização dos seus sonhos, então, pode contar com a gente. Até a próxima.

O futuro das empresas familiares está nas mãos dos millennials

Cerca de 350 mil companhias farão a sucessão de comando para a geração mais jovem, segundo pesquisa da consultoria PwC, mas a maioria não está preparada para este urgente processo

Carol Nery – Especial para a Gazeta do Povo

Duas gerações à frente da Razão Imobiliária: Luis Moser e Lino Moser (1ª geração); Marlon Luis Moser e João Felipe Motter Gottschild (2ª geração). Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Com 32 anos de história, completados agora em novembro de 2018, a Razão Imobiliária passa há alguns anos por um processo de sucessão do comando. A empresa foi fundada em Curitiba, em 1986, por três famílias. Até pouco tempo tinha à frente da direção dos departamentos de locação e de vendas os irmãos Luís e Lino Moser, Luiz Fernando Gottschild e Nelson Pietniczka. Como um caminho natural das empresas familiares, a segunda geração começou a ser preparada para dar sequência ao negócio e nos últimos anos os sócios passaram a agregar toda a bagagem de mais de três décadas de conhecimento de mercado à função de conselheiros dentro da empresa.

Hoje, a Razão Imobiliária é dirigida por sucessores na faixa dos 30 anos de idade e até menos, a chamada geração Y ou millennials, que são aqueles jovens nascidos entre as décadas de 1980 e 1995. Eles representam uma faixa etária que acompanha e põe em prática com muito mais conhecimento de causa as transformações tecnológicas que chegam a cada segundo. “Ao assumir o controle da empresa estamos seguindo naturalmente para soluções que envolvem tecnologia. Temos consultores que nos acompanham há cerca de quatro anos neste processo de inovação e modernização, desenvolvendo sistema, site e diversas melhorias. Do contrário seríamos engolidos pelo mercado”, afirma Marlon Moser.

Diretor de vendas da Razão Imobiliária desde 2013, Marlon tem 39 e é filho do fundador Luís Moser. Ele começou a trabalhar na empresa do pai ainda adolescente, fazendo serviços como de office-boy e caixa. Passou um tempo afastado, período em que cursou e formou-se na faculdade de engenharia elétrica. Marlon retornou ao negócio da família em 2005 e atuou como corretor de imóveis e gerente de vendas, até chegar ao cargo de comando, junto a outros dois representantes da segunda geração também em cargos de direção: João Felipe Motter Gottschild, 31, e Weyne Cassou Pietniczka, 26.

O processo pelo qual passam as famílias Moser, Gottschild e Pietniczka é o mesmo a que se submetem os negócios de milhares de empresas pelo mundo, em um processo mais acelerado do que de costume. No caso da Razão, por exemplo, os fundadores têm entre 59 e 69 anos. Anos atrás seria considerado relativamente prematura a decisão de uma sucessão de cargo ao se tratar de uma empresa nesta categoria. Os avanços da tecnologia, mencionados acima, estão entre as principais justificativas para aceleração desse processo.

Uma pesquisa realizada pela consultoria PwC com empresas familiares de todo o mundo a cada dois anos, traz no resultado de sua edição de 2018 a preocupação com a inovação tecnológica como uma das questões mais presentes. Ela aparece entre os três principais desafios, com 66%. “A necessidade de inovar para se manter um passo à frente é disparado o principal desafio das empresas familiares, depois vêm o acesso a bancos de talentos adequados, ambiente econômico, mercado doméstico e digitalização. E aí vemos toda essa disrupção tecnológica mudando a forma de pensar das empresas familiares”, avalia o especialista em empresas de controle familiar e sócio da PwC Brasil, Leandro Camilo.

Nem sempre o processo de passar o bastão é fácil. A sucessão é um dos processos mais delicados em uma empresa de controle familiar, diz Camilo, e é muito bom quando a empresa tem as pessoas certas no alinhamento da cultura, pois acaba sendo bastante natural. “Nesse caso quem sucede é uma pessoa mais jovem e com maior inclinação para a tecnologia. Com certeza os millennials assumem com uma enorme vontade de crescer por meio de inovação.” O problema é que nem todas as empresas estão preparadas para essa transição, que pede urgência. “Isso ainda é feito de forma pouco estruturada pelas empresas familiares. Não basta apenas ser um familiar. Falta ainda um plano formal de preparação dos acionista para com quem será o sucessor.”

Empresas não estão preparadas para uma sucessão eficiente

O comando de 350 mil empresas familiares mudará de mãos nos próximos anos em virtude da aposentadoria de seus donos, segundo o estudo da PwC em 53 países. Elas representam 57% das 2.953 empresas – 163 delas brasileiras – ouvidas entre junho e setembro de 2018. Deste total, 40% pretendem concretizar a sucessão nos próximos cinco anos. A minoria, porém, tem a sucessão organizada. Apenas 15% conta com um plano robusto, formalizado e comunicado. Outros 30% ainda precisam envolver a próxima geração neste planejamento, aponta a pesquisa.

A pesquisa da PwC mostra ainda que as empresas familiares em todo o mundo registraram este ano níveis recordes de crescimento em mais de uma década. A maioria dos participantes (84%) acredita que suas receitas continuarão crescendo, sendo que 16% esperam crescer de forma “rápida” e “agressiva”. Mas para otimizar os resultados, é preciso correr. “O empresário com maior idade desenvolveu todo o negócio sem ter de se preocupar com inovação, mas quem não se preocupar agora certamente estará fora do mercado. Vimos ao longo do tempo empresas como Kodak e Blockbuster, que não se movimentaram aos sinais, esvairem-se. Daqui para frente, a inovação fará diferença em diversas indústrias e a pesquisa mostra que as empresas familiares estão muito mais atentas a isso. Apostamos em uma melhoria econômica daqui para frente. O tempo é curto e quem não se modernizar ficará pra trás em dois ou três anos.”

 

O estudo aponta também que 53% das empresas que apresentam crescimento de dois dígitos formulam seus valores de modo claro e por escrito. Segundo o relatório global, valores fortes impulsionam o crescimento das empresas familiares em um momento marcado por forte disrupção no ambiente de negócios. Essas organizações devem tentar maximizar a vantagem competitiva resultante de sua sólida cultura baseada em valores para alcançar ganhos reais. “Não haverá perpetuação do negócio, mesmo que a empresa esteja extremamente avançada tecnologicamente, se os sucessores não entenderem os valores e a cultura da organização. O sucessor deverá ser qualificado tecnicamente para assumir a empresa e ter forte vínculo com os valores do fundador, pois eles determinam a cultura da empresa e, necessariamente, estabelecem a forma pela qual a organização se relaciona com o mercado. Este é o fator preponderante para a continuidade do negócio de família”, afirma o consultor Domingos Ricca, especializado em governança e empresa familiar.

Com qualificação, de acordo com Ricca, mesmo que o sucessor não tenha o mesmo carisma do fundador, ele terá competência para o cargo de gestão e maior probabilidade de conquistar a confiança dos colaboradores da organização, assim como do mercado. Ele aponta ainda a importância da formalização dos critérios usados para a escolha do sucessor e por quanto tempo ele deverá se qualificar para o cargo que irá ocupar, por meio de ações vinculadas à governança corporativa. “As próximas gerações estarão plenamente qualificadas para assumirem os negócios familiares à medida que estiverem tecnicamente habilitadas para a gestão, mas devem, necessariamente, entender a alma da organização, ou seja, seus valores e sua história.”

Leia mais em: https://www.gazetadopovo.com.br/economia/o-futuro-das-empresas-familiares-esta-nas-maos-dos-millennials-2stuy96k3ojrsb20odvjktdqm/

Copyright © 2019, Gazeta do Povo. Todos os direitos reservados.

FONTE: Gazeta do Povo

Mesa de Natal: 5 dicas infalíveis para você criar uma decoração inesquecível

Você gosta de encantar a sua família na ceia de natal? O que acha de criar um ambiente incrível nesse ano gastando muito pouco e usando sua criatividade? Então, vamos falar sobre como montar uma mesa incrível que deixará sua família maravilhada!

O Natal é uma das datas mais esperadas do ano, é o momento não só da troca de presentes, mas também de confraternizações com amigos e familiares, comidas típicas e decoração natalina. O clima toma conta das lojas, shoppings e também da decoração de interiores nessa época.

Hoje vamos falar sobre como decorar a mesa de natal e a montar uma linda ceia com artigos que você pode montar em casa por um custo bem baixo.Ceia de natal decorada

Mesas de natal

Por onde começar?

Você deve estar se perguntando ao ver essas lindas imagens, por onde eu começo? Como eu consigo criar um ambiente assim na minha casa? Calma… Ao longo desse artigo você vai aprender o passo a passo para criar um cenário incrível, fique tranquilo, ok? Nesse post você aprenderá:

  • Como criar arranjos para a mesa de natal
  • Escolhendo os acessórios para a mesa
  • Ceia de Natal criativa com pratos temáticos
  • Lembrancinhas de natal
  • Embrulhos personalizados

Como criar arranjos para a mesa de natal

Para iniciar a decoração da sua ceia de natal, você pode começar incluindo arranjos na mesa, que tal? Eles são responsáveis por trazer uma energia incrível ao espaço e ajudam a acrescentar a magia natalina pela casa. ♥

Com vidros, velas, pinhos e enfeites você consegue lindos arranjos para compor a mesa. Continue acompanhando esse post para ver todas as ideias.

A vela simboliza a luz, e ela é fundamental na decoração da mesa de natal, além de ser um item barato e fácil de encontrar, ela deixa o espaço muito mais requintado e aconchegante, acompanhe algumas formas de usá-las com os arranjos.

Esse castiçal natalino você mesmo pode fazer em casa, basta fazer um laço com um barbante rústico, colocar um tanto de água em um vidro e incluir uma vela de sua preferência, fica lindo!

Mesa de natal

Olha esse como ficou uma graça, foi feito na mesma linha do anterior, mas em vez de água, foi acrescentado pedrinhas brancas e o acabamento foi feito com pinho.

Fazer arranjo de natal

Esse arranjo de centro de mesa também é super fácil de fazer em casa. Para montar o seu, use uma fruteira de vidro ou um recipiente que tiver disponível, coloque galhos, frutas e inclua as velas. Caso prefira, você pode adquirir velas em forma de fruta como no exemplo abaixo, fica lindo!

Centro de mesa de natal

Para esse arranjo de mesa de natal foi usado um prato de bolo, a base de uma guirlanda, flores vermelhas, um vaso de vidro e a vela para dar o acabamento final. Outra sugestão é complementar com bolinhas natalinas.

Fazer arranjo de natal

Bolinhas de natal na mesa

Veja que fácil de seguir esse passo a passo, um belíssimo castiçal para compor o centro da mesa. É simples de fazer, os materiais são fáceis de encontrar, e o resultado, é incrível!

Ceia de natal

Escolhendo os acessórios para a mesa

Agora que os arranjos já estão prontos para decorar a mesa, vamos aprender a como montá-la de forma que ela fique incrivelmente mágica e encantadora. ♥

Para escolher a toalha de mesa ou jogo americano que irá decorar a mesa de natal, você pode optar entre o vermelho, verde, branco, prata ou dourado. Ambas as cores ajudam a criar o clima natalino que você deseja para a ceia.

Se você deseja um ambiente mais suave, opte pelo branco com detalhes em prata ou dourado. Mas, se desejar o tradicional e encantador vermelho, invista em arranjos com detalhes na mesma cor e misture com o verde.

Mesa de natal vermelha

Mesa de natal decorada

Mesa de natal branca

Inovar na maneira de dispor os talheres também vai surpreender os seus convidados. É uma maneira criativa e econômica de encher os olhos de quem participará da ceia. Olhe que graça ficou essa botinha de lã.

Mesa de natal

Mesa de natal

Ceia de Natal criativa com pratos temáticos

Mesa decorada e pronta para receber a ceia! E agora?

Será que a sua família vai gostar de ser recebida assim? ♥

Ceia de natal decorada

Provavelmente sim, né? Mas vamos encher essa mesa com pratos saborosos e divertidos para ela ficar ainda melhor?

Além de deixar a ceia criativa, os pratos temáticos deixam a mesa de jantar muito mais convidativa e alegre. Sem falar que brincar com as comidas e dar forma a elas, tornam os pratos muito mais atrativos. E quando falamos em Natal, época em que tudo fica mais mágico, nada mais justo do que apostar em detalhes temáticos, não é?

Ceia de natal

Olha que simples de fazer a montagem desses pratos. Em nenhum deles foi usado ingredientes que você nunca viu, certo? Aqui nós temos salada de brócolis decorada com tomate cereja e palitinhos salgados que formam uma árvore de natal, tábua de frios apresentada de uma maneira criativa, salada de tomate cereja com base de folhas verdes e muçarela de búfala, formando uma linda guirlanda (comestível, rs), e sobremesas fofíssimas. ♥

Ceia de natal

Ceia de natal

Outra maneira de deixar a ceia de natal mais bonita e convidativa, é decorando os copos de bebida, olha que divertidas essas duas ideias:

Ceia de natal

Mesa de natal

Lembrancinhas natal

Você também pode fazer uma surpresa aos convidados, e colocar um presente em cada lugar, pode ser só um mimo, é uma maneira de deixar a mesa de jantar ainda mais linda, e os convidados super aconchegados.

Gostaram da ideia?

A época do natal nos sensibiliza e nos deixa entusiasmados para deixar tudo preparado para a grande data. A casa veste-se com a decoração natalina vermelha e dourada, o comércio é todo voltado para o natal, e nós montamos nossa lista de presentes para ir às compras. Mas que tal esse ano personalizar alguns mimos para entregar aos seus amigos e familiares?

Continue acompanhando esse post, e confira sugestões de lembrancinhas de natal e também algumas ideias para personalizar os embrulhos.

Além de ser uma ótima ideia para não deixar ninguém sem presentes, as lembrancinhas de natal são excelentes para agradecer a presença dos convidados no dia da ceia.

Você pode comprar mini embalagens e as decorar do seu gosto, veja essas ideias de vidrinhos recheados de doces, use a sua criatividade e faça mini biscoitos, bolo de pote ou recheie com aquilo que você sabe que a sua família vai adorar.

Lembrança de natal

Lembrancinhas de natal

Essa é outra ideia super fácil e simples de fazer. Você vai precisar de 4 tubos de ensaio, uma faixa para juntá-los, um mini arranjo e 4 recheios diferentes. Simples e gracioso, não acham? Aposto que seus convidados vão adorar receber essa lembrancinha de natal!

Temperos lembrancinhas de natal

E que tal essa ideia de fazer pequenas mensagens e colocá-las em uma embalagem transparente? Pode ser bolas de natal ou garrafinhas de vidro. Coloque os votos que você deseja para 2018 e entregue às pessoas mais queridas por você. Essa ideia você pode usar tanto para as pessoas que você receberá na ceia, quanto para seus colegas de trabalho, vizinhos, amigos..

Lembrancinha de natal com mensagem

Lembrancinha de natal

Outra dica é fazer cartões personalizados. No próprio site do Canva, você encontra diversos layouts prontos para editar a mensagem, gostou da ideia? Acesse aqui e confira. 🙂

Embrulhos personalizados

Além das lembrancinhas de natal, uma ótima sugestão é personalizar os embrulhos natalinos, e as ideias são diversas, você pode fazer tags criativas ou personalizar o próprio embrulho dependendo do presente que for dentro.

Olha esse saquinho feito de lã como ficou charmoso!!

Lembrancinhas de natal

Com poucos materiais você pode personalizar todos os embrulhos de presente, aposte em características da pessoa que receberá o pacote.

Embrulho de natal

Embrulho de natal personalizado

Embrulho de natal

Embrulho de natal personalizado

Objetos para decorar os embrulhos de natal? Sim, eles deixam a embalagem com outra cara…

Embalagens de natal

Tag de natal

Gostou da ideia? Olha aí mais algumas inspirações para você arrasar nesse Natal! ♥

Lembrancinha de natal

Lembrancinha de natal

Lembrancinhas de natal

Você também pode gostar desses artigos: Como fazer calendário do advento e como fazer enfeites natalinos recicláveis em casa.

A época do natal nos inspira a fazer várias coisas criativas, não é verdade? Nós adoraríamos conhecer as suas artes natalinas, o que acha de compartilhar conosco? Nos envie fotos que divulgaremos em nossas redes sociais. 😊

O mais importante da ceia, é estar com as pessoas mais especiais da sua vida e aproveitar para celebrar a fraternidade e a união entre vocês. Espero que você tenha aproveitado essas dicas, e use todas elas nesse natal para tornar o momento ainda mais alegre e único. ♥

Fonte: Iaza Blog de Decoração

19 ideias para decorar a sala para o Natal

O que você está procurando é por 19 ideias para decorar a sala para o Natal? Estamos nos aproximando do final do ano e está na hora de enfeitarmos nossa casa para as festas de final de ano.

Nosso site trouxe para você hoje ideias pra lá de especiais sobre decoração de sala para o Natal, com o objetivo de lhe inspirar para que a decoração de Natal da sua casa fique exuberante.

Veja também: Decoração de Natal simples e barata para jardim

Ideias para decorar a sala

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Na sala da imagem acima foi investida na decoração em tons de vermelho, remetendo bastante à data do Natal.

Muitas flores foram espalhadas pelo ambiente, trazendo vida e alegria, que é o que remete a data.

Além do mais, na porta há uma linda guirlanda decorando-a de forma simples.

No balcão, há uma linda decoração de um trenó de papai noel e no centro da mesa há outro ornamento de Natal bem bacana.

Também dá para se notar uma linda almofada natalina entre as demais almofadas do sofá.

São pequenos detalhes que fazem toda a diferença no ambiente.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Além da árvore de Natal, a sala da imagem acima foi decorada com alguns laçarotes natalinos nos quadros da parede.

Também há uma guirlanda decorando a estante da sala. Esta mesma estante, foi decorada com a palavra “noel” em letras brancas de MDF.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Que tal decorar o centro de mesa da sua sala com uma bandeja, onde há dispostos pequenos vasos de plantas natalinas com velas. As velas podem ser acesas na noite do Natal.

Por entre os vasos você pode decorar com bolas natalinas.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Se a sua sala é repleta de cores claras, com a predominância do branco, que tal investir num pinheiro de Natal branco.

A segunda cor destaque desta sala é o azul, portando, os enfeites e demais ornamentos de Natal para esta sala foram escolhidos em tons de azul.

A guirlanda não precisa ser necessariamente pendurada na porta, neste caso, ela foi pendurada no espelho.

Se você tem lareira na sua sala, não deixe de decorá-la, pois ela tem muito sentido nesta data.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Para acompanhar o pinheirinho de Natal, que tal montar um lindo presépio na sua sala?

Assim, além de deixar a sua decoração ainda mais linda e elegante, você poderá deixar bem claro aos seus familiares qual é o real sentido do Natal.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Se você não gosta de muitos enfeites, a opção em decorar a sala somente com um pinheiro de Natal não é nada ruim.

Veja que bacana essa sala decorada com um grande pinheiro de Natal, repleto de presentes.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

No canto dessa sala você confere um lindo e enorme pinheirinho de Natal.

E por todos os cantos do ambiente você pode observar que há muitos Papais Noéis para decorar a sala.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Se você não tem muito espaço, pode optar por um ou até mesmo dois, como na imagem acima, pinheirinhos de Natal.

Na sala da imagem acima foram escolhidos pinheirinhos brancos para combinar com o restante da decoração formal do ambiente.

Novamente você confere uma linda guirlanda decorando o espelho da casa.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Veja que linda a disposição desse pinheirinho de Natal, que foi montado bem próximo à lareira. Você pode dizer para a criançada que é para facilitar o trabalho do Papai Noel.

A lareira também foi decorada com lindas botinhas e ramos natalinos maravilhosos.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Novamente, na imagem acima, você pode observar uma linda árvore montada próximo a uma chaminé.

Tanto a árvore como a lareira foram decoradas com bolinhas de natal e com luzes piscantes.

Ainda, em cima da lareira você pode observar lindos anjos, enfeitados juntos de lindas velas, que podem ser acesas na noite do Natal.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Veja na imagem acima uma decoração bastante parecida com as decorações anteriores, porém, com menos bolinhas e mais ramos.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Acima você confere outra decoração bastante parecida com as anteriores.

Porém, além do pinheiro de Natal comum, há também um mini pinheirinho de verdade a enfeitar o entorno de toda a decoração.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Todo o entorno da lareira desta sala foi decorado com luzes e ramos de Natal.

Já na mesa de jantar, o investimento da decoração se deu através das flores.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Acima você confere uma sala decorada somente com um pinheiro de Natal.

Você pode escolher apenas um tom de cor para os ornamentos deste pinheirinho.

No caso da imagem acima, a cor escolhida foi a cor azul.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

A decoração da imagem acima é bastante parecida com algumas mostradas anteriormente, porém mais simples.

Nesta decoração não há o efeito das luzes sobre a lareira, que é decorada somente com ramos.

Na árvore há luzes, mas ao invés de ornamentos grandes, foi escolhida a decoração com símbolos do Natal.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

A decoração da imagem acima não remete somente ao Natal, mas também ao Ano Novo.

Isso porque a decoração ficou por conta da cor branca, que remete paz e é a principal cor do Ano Novo.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Os enfeites do pinheirinho da imagem acima são de cores que combinam com a decoração daquela sala, em tons pasteis.

Novamente você confere também a elegância das velas na decoração natalina.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

O pinheiro da imagem acima é decorado por bolinhas de Natal, das quais em sua maioria estão na cor vermelha.

Há alguns símbolos do Natal, como o da paz, o da neve etc.

Veja que graça as botinhas que decoram a lareira.

O vermelho também aparece bastante nas cores das almofadas.

Foto: Decoração e Dicas

Foto: Decoração e Dicas

Veja que lindo o pinheirinho da imagem acima, decorado com bolinhas de Natal nas cores dourada e prata.

Além desse belíssimo pinheirinho, a sala também foi decorada com essa linda e enorme guirlanda pendurada na parede.

FONTE: Decoração e Dicas