Caixa volta a financiar 70% do valor dos imóveis usados

A linha Pró-Cotista havia sido suspensa em junho do ano passado

Na última terça-feira (2), a Caixa Econômica Federal anunciou a volta do crédito imobiliário Pró-Cotistas. Vale lembrar que essa é uma das linhas mais baratas oferecidas pelo banco, mas havia sido suspensa em junho do ano passado.

Uma outra novidade é que a instituição voltou a aumentar o financiamento de 50 para 70% dos imóveis usados. Dessa forma, a exigência da entrada para financiar um imóvel dessa categoria, diminuiu de 50 para 30%. Quem for adquirir uma unidade nova, foi mantido o percentual de 80% do financiamento.

Linha Pró-Cotista

É bom lembrar, que a linha pró-cotista é a que atualmente cobra os menores juros, isso se você não faz parte do programa Minha Casa Minha Vida. O banco informou ainda que a modalidade foi reaberta na última terça-feira para os clientes que atendem aos critérios estabelecidos pelo Conselho Curador do FGTS.

Essa modalidade de crédito é voltada para os trabalhadores com conta de FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e oferece taxas de juros que varia de 7,85% a 8,85% ao ano. Para ter acesso a essa modalidade, você precisa compro var, no mínimo, 36 meses de trabalho sob o regime do FGTS, não necessariamente consecutivos, ou o saldo em conta vinculado, de no mínimo 10% do valor da avaliação do imóvel. Além disso, você não pode se proprietário de imóvel no município ou região metropolitana onde mora ou trabalha e nem ser detentor de nenhum financiamento no SFH em qualquer parte do País, seja imóvel novo ou usado.

Vale ressaltar que o empréstimo pode ser pago em até 30 anos, se for um bem de até R$ 950 mil em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal, e nos demais estados o teto é de R$ 800 mil.

Para encontrar o seu imóvel, acesse o nosso site e veja todas as nossas opções. Encontre o seu novo imóvel na Imobiliária Razão!

Fonte: Revista ZAP

Leia mais: Revista Exame

36 Enfeites de Natal Criativos para uma Decoração Exclusiva

Preparar a casa para o Natal é uma das épocas preferidas de muita gente. Nada como ver as ruas com casas iluminadas e enfeitadas para o natal. É uma época de muita união e amor entre as pessoas e isso deve refletir na decoração da casa. Investir em enfeites de natal perfeitos é essencial, mas nem sempre o orçamento ajuda.

Pensando nisso, preparamos um post repleto de dicas de como decorar a casa para o Natal sem gastar muito.

Enfeites de Natal para Porta de Entrada

A fachada da casa é uma das partes que mais chama a atenção, principalmente de quem só verá a decoração por fora. Encher a frente de sua casa ou na sua varanda do apartamento ajuda a deixar as ruas mais iluminadas e incentiva mais pessoas a entrar no espírito natalino. Um item essencial na entrada de sua casa é a guirlanda de natal. Separamos alguns modelos para inspirar sua decoração. Confira!

enfeites de natal porta decorada

1. Guirlanda tradicional com ramificações, bolinhas de e pisca-pisca natalinos

enfeites de natal guirlanda lã

2. Uma Guirlanda Natalina feita com Lã deixa a Casa Aconchegante

enfeites de natal porta gurilanda pirulitos

3. Seus Enfeites de Natal podem ser feitos de uma forma bem gostosa

enfeites de natal guirlanda de pano

4. Guirlanda com flores de retalhos que você mesmo pode fazer em casa.

enfeites de natal porta guirlanda de pano branca

5. Uma Guirlanda mais clean é perfeita para a decoração de fim de ano também

enfeites de natal porta guirlanda lapis

6. Uma Guirlanda super divertida para estimular as crianças é com giz de cera ou lápis de cor usados

enfeites de natal porta guirlanda quadro

7. Enfeite de Natal para porta feito com moldura de quadro e bolas natalinas

enfeites de natal guirlanda porta presente

8. Com dois pedaços de tecido ou papel, você consegue fazer um enfeite de natal para porta bastante criativo

enfeites de natal guirlanda porta boneco de neve

9. Se sua porta for branca, esse é um enfeite de natal bastante criativo para aplicar na sua decoração

enfeites de natal guirlanda porta alce

10. Porta com desenho de alce super divertida para alegra o Natal

Enfeites de Natal para Paredes

Decorar as paredes de sua casa pode ser uma forma bastante barata de entrar no clima natalino. Enfeites de Natal feitos por você mesmo podem ser o diferencial da sua decoração. Você pode criar uma decoração com seus próprios itens de casa e lembranças do ano. Confira algumas sugestões para alegrar as paredes de sua casa.

enfeites de natal arvore de parede

enfeites de natal mobile de natal

12. Móbile criado por Customizando é um enfeite natalino perfeito

enfeites de natal arvore de madeira

13. Duas opções baratas para aplicar na parede de sua casa

Enfeites de Natal para Janelas

Enfeitar sua janela é uma opção ótima para unir a decoração externa com a interna. De um jeito barato e criativo você consegue dar vida para os cômodos da sua casa. Confira essas ideias!

enfeites de natal janela tradicional

14. Com alguns ramos artificiais você consegue montar um ambiente agradável

enfeites de natal guirlanda janela pirulitos

15. Você pode pendurar vários enfeites de natal nas janelas de sua casa

enfeites de natal flocos nas janelas

16. Flocos de neve de papel são enfeites perfeito para essa época

enfeites de natal dobras para flocos de neve de papel

17. Siga o passo a passo para montar você mesmo seus enfeites de natal

enfeites de natal flocos de neve de papel

18. Modelos para você mesmo fazer seus flocos de neve de papel

enfeites de natal bolas

19. Fazer uma chuva de bolas e outros enfeites de natal pode deixar suas janelas lindas

Enfeites de Natal para Mesa

Na noite de Natal, nada como deixar uma mesa organizada e decorada com enfeites de natal para a ceia. Esse tipo de cuidado encantará seus convidados e pode o custo pode ser bem baixo. Veja as ideais que separamos!

enfeites de natal guardanapo de arvore

20. Guardanapo em forma de arvore encantará todos seus convidados

enfeites de natal para porta talher

21. Porta talheres criativo, você pode fazer com papel cartão ou EVA ! Fica muito charmoso na mesa

enfeites de natal taças

22. Porta velas com taças é uma forma criativa de aproveitar seus próprios itens na decoração

enfeites de natal pinhas

23. Outro enfeite de natal charmoso e barato é o porta vela de pinhas

enfeites de natal canela

24. Para deixar o clima com um cheiro agradável e com um visual rústico, você pode colocar canela em volta das velas

enfeites de natal vidro presepio

25. Porta velas com o tema do presépio pode ser feito com vidros reutilizados para decorar sua casa para o Natal

enfeites de natal doces

26. Potes de vidro transparentes podem receber balas e doces coloridos para ajudar na decoração da mesa

enfeites de natal vidro

27. Outro jeito bastante criativo de utilizar potes de vidro na decoração natalina como porta velas

enfeites de natal quadro arvore

28. Um quadro com botões é uma decoração simples que fica linda em mesas e aparadores da casa

enfeites de natal quadro alce

29. A partir de um molde, você consegue fazer um quadro com tinta e gliter e encantar a todos no Natal

enfeites de natal louças

30. Itens de cozinha podem receber pequenos enfeites de natal para combinar com o restante da decoração

luminaria-de-natal-pisca-pisca-pisca

31. Aproveitar garrafas bonitas com pisca-piscas é o tipo de decoração de natal que pode ser usada o restante do ano

enfeites de natal garrafa dourada

32. Com um pouco de spray dourado e glitter, você consegue transformar itens comuns em enfeites de natal lindos

enfeites de natal garrafa vermelha

33. Você pode customizar garrafas com linhas e pequenos detalhes natalinos

enfeites de natal arvore de balas

34. Uma decoração gostosa com balas formando pequenas árvores de Natal

enfeites de natal arvore de linha

35. Basta um molde de papel, uma cola e linha ou barbante verde para criar pequenas árvores de natal

enfeites de natal anjo de jornal

36. Jornais e revistas podem ser transformados em vários anjinhos para decorar sua casa nessa época do ano

Feliz Natal e Boas Festas!

Em 2018, conte com a Imobiliária Razão!

Glossário do mercado imobiliário

Como em toda profissão, sempre há uma linguagem técnica própria e para o corretor de imóveis não é diferente. Pesquisamos palavras que fazem parte do dia-a-dia do corretor e destacamos algumas palavras de A a Z.

Confira abaixo as palavras do Glossário Imobiliário:

Alienação fiduciária

É a transferência, do devedor para o credor, de um bem móvel ou imóvel em garantia do pagamento da dívida. O devedor fica com a posse direta do bem para seu uso, e o credor detém a posse indireta do bem, que fica em seu domínio. Depois de quitar o empréstimo, o comprador adquire a propriedade definitiva do bem.

Benfeitorias

Obras ou serviços realizados em um imóvel ou condomínio, visando sua conservação e/ou melhoria.

Barrilete

Nas instalações hidráulicas de prédios, a canalização principal, que se localiza em nível abaixo do reservatório (caixa d’água) e geralmente é provido de registros, para a distribuição da água às várias colunas em prumada.

Crédito Imobiliário

Crédito especializado, dirigido ao financiamento habitacional.

Disponível em dois sistemas:

a) SFH – Sistema Financeiro da Habitação: para operações de cunho social, voltado especialmente para classes sociais mais pobres;

b) SFI – Sistema de Financiamento Imobiliário: para operações de cunho comercial, subordinado às taxas de mercado, podendo constituir garantias sob a forma de hipoteca ou alienação fiduciária do imóvel financiado.

Denúncia vazia

Rompimento de contrato de locação feito pelo locador por conveniência própria, sem necessidade de apresentar justificativas para a retomada do imóvel. Quando aplicável, a denúncia vazia obriga o inquilino a desocupar o imóvel em um prazo de 30 dias. Atualmente aplica-se a contratos residenciais de 30 meses já vencidos, e também a locações com mais de cinco anos consecutivos.

Escritura

Ato jurídico, lavrado em Cartório, em que o vendedor transmite ao comprador a posse e domínio de imóvel quando integralizado o preço. É necessário que a escritura definitiva seja registrada junto ao Serviço de Registro de Imóveis da circunscrição do imóvel para que a propriedade seja regularmente transferida.

Flat

Edifício com administração pára-hoteleira, que oferece a seus moradores e hóspedes, infra-estrutura e serviços semelhantes aos existentes em um hotel. Geralmente conta com um conjunto de unidades decoradas e mobiliadas de forma padrão, que se destinam à hospedagem (unidades do pool de locação), cuja receita global é rateada entre todos os proprietários dessas unidades, denominados investidores. 2. Designação usual de cada apartamento de um flat.

Gazebo

Espécie de quiosque pequeno, construído no jardim de uma edificação, cuja estrutura pode ser composta de alumínio, ferro ou madeira, e fechamento em vidro ou treliças. O gazebo pode se destinar à convivência social, relaxamento e/ou lazer.

Habite-se

Autorização dada pela prefeitura para que se possa ocupar e utilizar um imóvel recém-construído ou reformado. A autorização só é emitida depois de o imóvel ter sido vistoriado por fiscais de obras. Esses profissionais comparam a construção com o projeto anteriormente aprovado, e de serviços públicos (corpo de bombeiros, companhias de luz, gás, água e esgotos).

Hipoteca

Colocação de bens imóveis e móveis (como aviões e navios) como garantia de pagamento de uma dívida. O devedor detém a propriedade e a posse do imóvel, que poderá ser tomado pelo credor por meio de execução judicial ou execução extrajudicial.

ITBI

Imposto de Transmissão de Bens Imóveis ou Imposto de Transmissão Intervivos em alguns municípios. Tributo gerado pela transação imobiliária e cobrado pela prefeitura sempre que há transmissão de propriedade de bens imóveis. O recolhimento dessa taxa, que varia de acordo com a legislação estadual, é de responsabilidade do comprador.

Joint venture

União de risco Contrato entre partes para, em associação, desenvolver um projeto. Não configura uma fusão ou incorporação

Loft

Tipo de apartamento ou casa com planta diferenciada, onde os espaços são abertos, integrados e quase sem paredes para delimitar um cômodo.

Laudêmio  

Imposto pago a cada transação de compra e venda por qualquer imóvel que esteja em área da União, como aqueles que se localizam na orla marítima. Quando alguém decide vender um imóvel que esteja em área da União, precisa pedir uma certidão de ocupação ou aforamento (conforme a classificação do terreno) à gerencia regional da Secretaria do Patrimônio da União, órgão ligado ao Ministério do Planejamento. Sem essa certidão, os cartórios de notas e registro de imóveis estão impedidos, por lei, de lavrar e registrar a escritura.

Market timing

Avaliação do momento em que se deve comprar ou vender investimentos financeiros, em face de fundamentos que aconselhem a execução de uma decisão. Os fundamentos mais avaliados são a força da economia e a tendência da taxa de juros, ou a tendência dos preços das ações e os volumes de negócios com ações. Em outros mercados, indicações técnicas adquirem importância específica.

Nota promissória 

Documento escrito e solene, pelo qual alguém (emitente) se compromete a pagar determinada quantia, em determinada data, a determinada pessoa física ou jurídica (beneficiário).

Oferta Pública

Distribuição de títulos e valores mobiliários junto ao público investidor Colocação junto ao público de determinado número de ações de uma companhia.

Período de silêncio

Período de tempo que antecede os lançamentos de ações por oferta pública ou divulgações de informações relevantes (resultados trimestrais ou anuais), durante o qual não é permitida qualquer manifestação na imprensa, até a publicação do anúncio de encerramento por parte da companhia emissora, do ofertante, das instituições financeiras intermediárias e de qualquer pessoa envolvida ou a publicação do fato relevante.

Quorum

Quantidade mínima obrigatória de membros presentes, ou formalmente representados, para que uma assembleia possa deliberar e tomar decisões válidas. O termo se aplica às assembleias de condomínio, onde é necessário um número mínimo de condôminos para determinadas decisões serem tomadas.

Retrovenda 

Em contrato de compra e venda de imóvel, cláusula segundo a qual o vendedor reserva o direito de recomprar o bem, em certo prazo, sob a condição de restituir ao comprador o preço, bem como todos os gastos efetuados no imóvel, como melhorias, por exemplo.

Tabela Price

Tabela para cálculo de prestações de um financiamento, também chamada de Sistema Francês de Amortização. Como em outros sistemas, cada prestação é resultante de duas partes: uma de amortização da dívida principal e outra de juros. O método de cálculo da Tabela Price consiste em manter prestações constantes, sendo que, ao longo do prazo de financiamento, a parte da amortização aumenta, enquanto a participação dos juros decresce. A tabela também é muito utilizada para cálculo de imóveis de lançamento.

Usucapião

Forma derivada de aquisição da propriedade relacionada a determinado bem, pressupondo perda do domínio pelo dono em benefício de outrem, através da posse contínua, pacífica ou incontestada, pelo tempo estipulado em lei e suscetível da prescrição aquisitiva, entendendo-se renúncia presumida o abandono da coisa pelo dono.

Valor atual

Importância equivalente, hoje, às quantias que serão recebidas ou pagas no futuro, descontando-se a taxa de juros que será aplicada ao longo do prazo de pagamento. O mesmo que valor presente.

Valor Comprometido

É o valor máximo que o investidor se compromete a integralizar no Fundo, integralização esta que se dará conforme forem sendo feitas as chamadas de capital pelo administrador, mediante aprovação do Comitê de Investimentos do Fundo. Estas chamadas de capital têm que ocorrer no período de investimentos do Fundo.

Valor de mercado

Representa o valor de compra e venda de um determinado imóvel, pela interação de oferta e procura. Valor que decorre das leis de mercado.

Zoneamento

Disciplina o uso e a ocupação do solo, as atividades de urbanização, dispondo sobre o parcelamento do solo. 2. Divisão de um município em zonas com características urbanísticas específicas, como destinação, atividades e tipos de construção permitidos.

E você, conhece alguma outra palavra do mercado imobiliário que faz parte do cotidiano e que poucas pessoas sabem?

Deixe seu comentário!

Como deixar a casa mais segura

Não é de hoje que a segurança da casa se tornou um dos itens de primeira necessidade. Se antes as travas e portas reforçadas bastavam para tentar afastar os ladrões, agora isso não os intimidam mais. É preciso reunir diversas armadilhas para dificultar ao máximo a ação deles.

Sair de casa e ter certeza que tudo estará do mesmo modo na hora da chegada recompensa qualquer investimento feito nesse sentido. Pode parecer exagero, mas, em algumas localidades brasileiras o furto e o roubo têm se tornado notícia corriqueira. Então, se prevenir é o melhor o remédio.

Reunimos aqui algumas dicas para quem está pensando em investir em sistemas de segurança.

Sistemas de alarmes e vigilância

Há alguns tipos distintos de alarmes e cada um deles têm suas vantagens e desvantagens. Para saber qual deles será o melhor para a sua residência, é preciso conhecer o funcionamento de cada um deles e avaliar qual mais se adequa ao que você procura. Normalmente, os mais comuns comercializados são os alarmes perimetrais, volumétricos e lineares.

Os perimetrais são instalados em portas ou janelas e detectam caso aquela porta ou janela seja aberta de maneira abrupta. Os volumétricos, por sua vez, são os famosos detectores de presença. Caso seja percebido algum corpo se movimentando pelo local, o alarme é acionado. Já os lineares soam assim que uma das linhas emitidas por sinais seja quebrada.

Todos esses sistemas podem ser integrados a outro sistema que avisa a uma central sobre o disparo do alarme ou envia uma mensagem para o celular do proprietário. Quando a opção é acionar uma central, geralmente, seguranças são enviados ao local imediatamente para verificar o que está acontecendo. Nesses casos, além dos custos e da manutenção do equipamento, será preciso arcar com a mensalidade da vigilância.

Antes de decidir qual equipamento instalar em sua casa, consulte um especialista. Ele saberá avaliar quais as principais deficiências de segurança na sua casa e indicar qual será o melhor sistema para sua residência.

Independente do sistema escolhido, faça testes periódicos para que não haja dúvidas sobre seu funcionamento quando necessário.

Vidro laminado e a prova de balas

O vidro a prova de balas, nada mais é que uma evolução do vidro laminado comum. Seu processo de fabricação inclui policarbonato e outros materiais entre pedaços de vidro comum, fazendo com que ele fique mais resistente e não estilhace facilmente.

Na hora de pensar em colocar vidros blindados em sua casa, identifique os pontos mais frágeis e invista apenas nos lugares mais suscetíveis a ataques. Como eles não são baratos, é possível que você prefira investir em outras técnicas de segurança. Mas, caso você não abra mão desse artifício, procure combiná-lo com alarmes e câmeras de vigilância.

Vale lembrar que além dos vidros blindados é preciso instalar esquadrias de aço, pois as de alumínio são frágeis e não conseguiriam suportar um ataque. Considere também, na hora da escolha, o quão protegida você pretende deixar a sua casa, quanto maior o calibre de proteção e grossura do vidro, mais alto será o preço.

Travas de segurança nas janelas

Travas de segurança também são importantes para as janelas. Geralmente com fechos internos, elas são vendidas juntamente com a esquadria. Antes de instalar a janela verifique que tipo de travamento ela oferece. Se possível, opte sempre pelo mais seguro. Usar truques como plantar espinhos em jardineiras logo abaixo das janelas também dificulta a ação dos ladrões. Para janelas altas, tome cuidado com galhos de árvores que podem facilitar a vida dos criminosos.

Portas e fechaduras seguras

Não adianta ter apenas uma porta bonita. É preciso investir em segurança também. Fechaduras reforçadas, batentes bem pregados, com pregos de mais de 7cm, fechaduras extras e travas específicas também são muito necessárias. Pense que você deve dificultar ao máximo o serviço dos ladrões. Quanto mais travas e fechaduras mais difícil é a entrada. Coloque proteções em todas as fechaduras e tente sempre ter uma trava extra. Ferrolhos são boas opções assim como barras internas. Para reforçar ainda mais, se for possível, instale mais uma porta após a porta de entrada, separando por exemplo o hall da sala.

Portões automáticos e novos sistemas

A grande vantagem do portão automático em relação ao manual é que não é necessário descer do carro para abrir ou fechar o portão, mas algumas coisas devem ser levadas em consideração, como por exemplo, a localização da casa no quarteirão. Quanto mais próxima a casa estiver da esquina, mais perigoso é instalar um portão automático, pois em um breve momento, os criminosos podem entrar na casa ou abordar o motorista. O tempo de abertura e fechamento dos portões devem ser levados em consideração também. Peça para que o responsável pela instalação verifique o sistema de modo a diminuir o tempo assim que o portão for acionado para o fechamento. O uso de travas eletromagnéticas também pode reforçar a segurança. Mas, fique atento ao chegar próximo à casa e só abra o portão caso não note nenhum movimento estranho na rua.

O projeto da foto é da arquiteta paulistana Paula Bittar.

Sistema wireless para a garagem

Hoje já é possível instalar uma câmera na entrada da casa que mostra em tempo real ou em determinados horários toda a sua movimentação. Por meio de um acesso remoto, é possível ter acesso às imagens pela internet. É quase como se fosse uma câmera escondida que o proprietário da casa pode consultar a qualquer momento, de qualquer lugar. Existem também dispositivos que só acionam a transmissão da câmera caso o portão seja acionado.

Esse tipo de sistema tem se popularizado muito, pois permite a conexão por meio de qualquer dispositivo com internet, facilitando o acesso dos proprietários às imagens.

Câmeras em toda área externa

As câmeras de vigilância quando surgiram fizeram uma revolução no mercado de segurança. Assim como os outros dispositivos, elas evoluíram e também passaram a incluir novas funções, como por exemplo, a transmissão em tempo real e o monitoramento por uma central.

Disponível não apenas para casas, como para condomínios e outras áreas, as câmeras de vigilância representam o sistema com mais adeptos. Apesar do custo da instalação variar bastante conforme o equipamento e a vigilância contratada, ele se mostra como uma opção segura e necessária. Através das imagens das câmeras é possível investigar e descobrir criminosos.

Para as áreas externas especificamente, há câmeras com infravermelhos que gravam as movimentações noturnas com nitidez.

Quando estiver fora, previna-se!

Além dos cuidados contra ladrões, também é preciso ficar atento a outros cuidados, como por exemplo, o risco de um curto circuito ou um alagamento. Então, quando for viajar ou se ausentar da residência por um longo tempo, convém deixar todos os eletrodomésticos e eletroeletrônicos fora da tomada. A válvula de gás deve permanecer fechada e isso também vale para os registros de água.

Tente suspender a assinatura de jornais e revistas para evitar que esse tipo de correspondência se acumule em frente à casa. Peça a algum vizinho ou familiar para pegar as correspondências se não for possível a suspensão do serviço.

Fazer um seguro para a casa também é importante. Para saber um pouco mais sobre seguros residenciais, leia esse artigo para conhecer mais sobre o assunto e avaliar qual é o melhor para o seu caso.

Fonte: Homify

As melhores flores para a primavera e o verão

Chega a época do ano em que a natureza mostra as cores e formas com todo o seu esplendor, as plantas florescem e as ruas se impregnam com outros cheiros, um bom momento para criar um novo ambiente maravilhoso e acolhedor em sua casa.

As melhores flores para a primavera e verão:

Se existe uma flor que chama a atenção pela sua beleza e elegância essa flor é a orquídea, uma planta ideal para dar um toque elegante ao seu lar. A recomendação é colocá-la próxima de uma janela orientada para sul mas afastada das radiações de sol diretas durante os dias de calor, pois isso pode afetar a planta.

jacinto é uma flor bonita que se apresenta em vários tons azulados, em branco e em rosa. Para o fazer crescer é necessário terra solta com boa drenagem e deve plantar-se numa zona com muita luz, a vantagem é que com bons cuidados pode manter-se também no inverno.

lavanda é conhecida pelas suas propriedades relaxantes e o seu cheiro particular, além disso conta com uma aparência muito atrativa. É uma planta que se desenvolve melhor em solos arenosos, requer muita luz e água, pelo menos uma vez por semana. Os cuidados valem a pena.

Outra flor que se associa com a beleza e elegância é o lírio, perfeito para o verão, pois além de precisar de muito sol pode suportar bem as altas temperaturas sem precisar de muita água.

açucena com o seu aspeto de trompete encontra-se numa enorme variedade de cores e podem chegar a ser tão diferentes entre si que três espécies diferentes oferecem-lhe uma decoração incrível para a sua casa. A terra deve estar fresca e não podem receber sol diretamente.

Se gosta de plantas com uma aparência mais característica então a bromélia é uma grande opção para esta primavera e verão, pode chegar a um metro de altura se a mantiver afastada da luz solar direta, outra boa opção para o seu jardim na primavera e no verão.

As tulipas também são ótimas flores para a primavera e verão, uma vez que florescem no início, meio e fim da primavera. Existe uma grande variedade de cores e texturas, que vão desde as tulipas em miniatura, ideais para ter dentro de casa ou em jardins pequenos, e as gigantes, ótimas para espaços grandes.

Fonte: UmComo

Saiba como evitar manchas nos espelhos

Os espelhos, assim como outros objetos da casa, estão sujeitos ao aparecimento de manchas do tempo que não podem ser removidas, como aquelas de umidade e mofo. No entanto, há formas de evitar que elas apareçam. “O uso incorreto de produtos para limpeza, com excesso de componentes ácidos ou muito alcalinos podem causar marcas, assim como o contato com gordura e outras sujidades no ambiente”, pondera o fundador da empresa Limpeza com Zelo, Renato Ticoulat.

Esqueça os produtos de limpeza superelaborados. Para manchas mais comuns, como de batom, dedos, pasta de dente e spray de cabelo, basta uma receita simples e caseira: “Um pano úmido em água com detergente retira todas as manchas. Em seguida, passe o pano úmido apenas com água até retirar todo o detergente. Depois é só finalizar com um pano com álcool e uma folha de jornal para dar brilho e tirar qualquer pelinho do pano que tenha ficado”, ensina a assistente pessoal Heloísa Sundfeld, da Personal Assistant.

Por falar em limpeza, é comum que se pense que os limpadores de vidro à venda nos supermercados sejam os ideais para a higienização dos espelhos. Mas produtos muito ácidos, alcalinos ou abrasivos, podem corroer a camada que protege o espelho e expor a camada de prata que gera o espelhamento, fazendo com que ela oxide. Essa oxidação presente no espelhamento também pode causar marcas impossíveis de serem removidas. Neste caso, o que ocorre é que essa película necessita de uma tinta específica para ser protegida da umidade, que muitas vezes acaba não sendo aplicada pelo fabricante dos produtos ou sendo colocada na quantidade adequada para evitar o desgaste. “O ideal é procurar por espelhos que contem com camada dupla de proteção e/ou selantes nas bordas, pois isso aumentará sua proteção e sua vida útil”, opina Ticoulat.

O principal ponto para a manutenção do espelho é mesmo a limpeza regular, mesmo que a sujeira não esteja aparente. Segundo Ticoulat, uma dica “faça você mesmo” que pode ajudar nesse processo é o preparo de uma solução que mistura uma xícara de vinagre em 3,5 litros de água – e que deve ser aplicada diretamente sobre o espelho com uma esponja. “Feito isso, passe um pano macio, como a flanela, para lustrar a superfície. Nesse mesmo processo de limpeza, você também pode optar por usar uma folha de jornal amassado e embebido nesta mesma solução. Limpe depois com outra folha de jornal amassado e, então, passe um pano seco para finalizar”, ensina. Ah, e nada de usar buchas de limpeza e outras superfícies ásperas nos espelhos, pois podem até remover o pó, mas causam riscos.

Truque contra água

Limpeza com água pode ser um problema, já que ela corre o risco de entrar dentro da moldura do espelho e não secar. Para evitar que isso aconteça na hora da limpeza, seque as bordas com um secador de cabelo. Dessa forma, você fará evaporar qualquer gotícula que por ventura tenha entrado no espelho.

Veja mais no portal G1

Condomínio: veja como reduzir gastos e os valores pagos pelos moradores

É possível estudar o corte de gastos de maneira consciente.

É preciso fazer uma análise dos gastos.

Por conta do alto índice de desemprego, o corte de gastos é um assunto que vem ganhando cada vez mais relevância. Por conta disso quem mora em condomínio quer cada vez mais ter menos despesas e, por isso, os síndicos precisam buscar alternativas para diminuir os gastos.

“A crise que o país vive tem ‘apertado o bolso’ dos condôminos. É essencial estudar corte de gastos como mão de obra, água, energia e materiais de consumo. Só reduzindo custos com mão de obra, por exemplo, as contas podem diminuir em até 40% por mês”, destaca Dostoiévscki Vieira, presidente do Instituto Pró-Síndico.

É bom ressaltar que quando ocorre a redução de gastos, a probabilidade de surgirem inadimplências diminuem, o que pode ser um ponto positivo para economizar os recursos do prédio.

Confira abaixo algumas dicas que podem ajudar os síndicos com pequenos cortes de gastos e investimentos.

Leve em consideração algumas mudanças que podem ajudar na redução das contas.

1 – Individualização de água e gás: ainda existem condomínios que não contam com um sistema que mede o consumo por unidade. Acaba sendo injusto com uma pessoa que mora sozinha pagar o mesmo que uma família com 5 pessoas. Com a implementação desse sistema é possível reduzir o consumo geral em 30%.

2 – Água de reuso e aproveitamento: com o avanço das tecnologias é possível ter economia com a água de reuso. Ou seja, aquela água que seria descartada de chuvas e minas d’água pode ser tratada e reutilizada. Além disso, existe a captação de água da chuva e do lençol freático.

A troca de lâmpadas ajuda a diminuir o consumo de
energia.

3 – Trocar as lâmpadas por led: geralmente, os condomínios não são entregues com lâmpadas de led. O fato é que uma lâmpada de led é até 80% mais econômica que a incandescente comum. A redução na conta de luz pode ser de até 40% e o investimento recuperado é, em média, de 6 a 8 meses.

4 – Uso da portaria virtual: a principal vantagem diz respeito à redução do custo de mão de obra do condomínio que pode ser de, no mínimo, 40%. Os operadores trabalham remotamente em uma empresa contratada pelo prédio.

5 – Implantação de sistema de controles automatizados de acessos: assim como a portaria virtual, o sistema de biometria tem o intuito de reduzir o custo de mão de obra de gerenciamento de circulação dos condôminos. O sistema necessita apenas cadastrar a digital dos moradores para permitir a entrada e saída deles, de maneira segura. Existem condomínios que chegaram a reduzir R$ 16 mil mensais de despesas após a instalação do sistema.

6 – Ficar atento às horas extras de funcionários: em grande parte dos condomínios, 70% do valor da taxa condominial é destinado para cobrir a folha de pagamento. Deve-se estar atento ao fato dos funcionários estarem fazendo muitas horas extras. Em alguns casos, contratar folguistas pode reduzir os gastos do prédio, assim como o controle informatizado de ponto.

7 – Terceirização de mão de obra: um dos principais “vilões” das taxas condominiais, a terceirização pode ser a solução a longo prazo. O condomínio pode verificar um contrato com empresas ligadas à portaria, limpeza e jardinagem.

8 – Economia com piscinas: apenas como base, uma piscina de 12 m x 4,40 m x 1,40 m consome, mensalmente, uma média de 7 quilos de cloro. Com o kg do cloro em torno de R$ 40, somente com este produto químico, o custo é de R$ 280. Em um ano, esse valor ultrapassa R$ 3,3 mil. Novas tecnologias tratam a mesma água com sal, ozônio ou íons e reduzem bastante o custo com produtos químicos convencionais.

9 – Investir em energia solar: com prazo de retorno médio estimado em 7 anos, a colocação de placas de captação de energia solar, principalmente em cidades com grande incidência de sol. Embora dificilmente substitua completamente a energia elétrica, a economia que ela faz pode chegar a 70% na conta final de energia.

10 – Agilizar as cobranças contra inadimplentes: com o novo CPC (código de processo civil), o prazo para inadimplentes quitarem as dívidas foi reduzido drasticamente. O medo de responderem a processos judiciais e até terem seus bens e contas penhorados fizeram que os devedores corram para fazer acordos. A cobrança deve ser feita o mais rápido possível para alcançar resultados mais precisos e diminuir o número de casos.

Individualização da água e da luz é uma boa saída.

Fonte: G1 Imóveis

A casa do Elvis Presley pode ser sua!

O imóvel onde o cantor morou até o fim da década de 1960 está disponível para alugar por temporada. Em Los Angeles, a casa possui vista panorâmica para a cidade.

á imaginou viver alguns dias como o rei do rock? Saiba que é possível! A antiga casa onde Elvis Presley morou com a família, em Los Angeles, nos Estados Unidos, está disponível para alugar na plataforma Alugue Temporada.

O imóvel possui quatro quartos e seis banheiros distribuídos em 498 m². A casa está localizada no alto de um penhasco, o que possibilita uma vista panorâmica da cidade. Elvis morou ali com a esposa e a filha até o final dos anos 1960. Desde então, a arquitetura e a decoração foram modernizadas, mas alguns detalhes são mantidos originais, como a entrada onde o astro costumava posar para fotos e dar autógrafos.

A área de lazer conta com lareira, piscina, spa e gramado exuberante. Para quem se interessar, a diária custa a partir de R$ 9.352. Confira algumas imagens:

Fonte: Revista Casa e Jardim

O valor da casa dos famosos

Quanto custam os apartamentos e casas da ficção?

Morar de aluguel é a realidade de muitos. Já algumas outras pessoas conseguem realizar o sonho da casa própria, na vida real. Mas na ficção, parece que as coisas são bem mais fáceis. Por exemplo, em Friends, Monica e Rachel moram num belo (e grande) apartamento em West Village, Nova York, com aluguel aproximado de 4.000 dólares. Será que elas dariam conta de pagar por tal imóvel?

Continue lendo “O valor da casa dos famosos”