Dúvida entre dois imóveis: qual deve ser meu critério para decidir?

dúvida entre 2 imoveis

 

Não é raro a gente começar a procurar um imóvel para comprar ou alugar e se apaixonar por dois. Faz aquela visita, às vezes mais de uma vez, e a dúvida persiste. A gente separou algumas dicas que podem ajudar você a tirar a dúvida entre dois imóveis e qual deve ser o seu critério para decidir.

Localização

A localização deve ser sempre um quesito com maior peso quando você decide escolher um imóvel. Se certificar que o local está valorizando, se é perto do trabalho ou da escola das crianças, o que a região oferece para o seu lazer e facilitar a rotina, como farmácia e mercado próximos.

Condições de pagamento

Cada imóvel tem uma negociação diferente e não dá para decidir antes de ver a de cada um deles. Mesmo quando se pensa em financiar uma parte, dependendo do imóvel as negociações mudam.

Itens de conforto

qual imovel escolher

Se é arejado, bate sol, vista. Quando é apartamento se ele tem itens como churrasqueira (caso você goste), academia, piscina, playground. Muita gente acaba não valorizando esses itens, mas não dá pra deixar passar batido, já que o ideal é que a nossa casa ofereça conforto e tenha elementos que a gente aprecie.

Novo ou usado

Imóveis mais antigos tendem a precisar de mais manutenção e isso deve ser observado, já que irá impactar diretamente no seu bolso.

Vizinhança

como escolher imóveis

Visitar o local em horários diferentes ajuda a entender mais sobre os vizinhos e ver se a rotina geral deles se adapta às suas necessidades. Não dá para exigir silêncio total quando nossos vizinhos têm crianças ou morando ao lado de um comércio badalado. Então, fique atento às suas prioridades.

Segurança

Esse item é outro que deve ser bem analisado. E quando a dúvida está entre dois imóveis em bairros diferentes, sempre vale uma pesquisa sobre índices de violência do local.

dicas de como escolher apartamento

Se quiser opinião de especialistas, para questões mais técnicas, aqui na Razão você tem os melhores consultores. Fale com a gente!

👉 Setor de vendas:

Ligue para  (41) 3028-2060 ou envie WhatsApp para (41) 99922-9994.

👉 Setor de locação:

Ligue para (41) 3028-2030 ou envie WhatsApp para (41) 99706-3735.

Leia mais

Flat x Loft x Studio: Entenda a diferença entre eles.

Você sabe qual é a diferença entre esses três tipos de apartamentos? NÃO? Então descubra a resposta neste artigo que a Imobiliária Razão preparou pra você.  
 
O fato é que os imóveis estão cada vez menores, o que exige um melhor aproveitamento de suas áreas privativas. Mas o que um loft tem de diferente de um studio, por exemplo? Vamos entender a diferença entre cada um deles. 
 
Flat: O flat, também chamado de apart-hotel, é um tipo de imóvel caracterizado pela disponibilidade de serviços de hotel, como recepção, lanchonete, lavanderia, segurança e limpeza, que são cobrados junto às taxas de condomínio. Além dessas facilidades, eles também contam com divisões específicas de sala, quarto, banheiro e até cozinha.  
 
Em geral, esses imóveis privilegiam o bom fluxo dos moradores, que costumam contar com um padrão arquitetônico muito mais dinâmico, contemporâneo e moderno. Podem ser comprados para moradia permanente, mas o mais comum é vermos contratos de locação para estadia temporária por parte de empresários e profissionais liberais nas áreas centrais dos grandes centros urbanos.

(Imagem: Flat)

Loft: O loft é considerado como uma moradia contemporânea e seu conceito segue em alta. O curioso é que esses tipos de apartamentos surgiram há muito tempo, na década de 60, se tornando modelos consagrados em Nova Iorque.  
 
Os lofts surgiram em função da reciclagem de edifícios comerciais antigos, que não atendiam mais às necessidades ou por conta de mudanças no zoneamento das metrópoles. Normalmente são derivados de antigos galpões, armazéns ou depósitos em bairros industriais que foram transformados em áreas residenciais. Isso garante a característica de serem imóveis amplos, sem paredes que dividem o local e com o pé-direito duplo, muito usual em edificações da época.  
 
O modelo de construção ser antigo não garante o aspecto antigo, muito pelo contrário, os lofts geralmente são muito bem reformados e seguem como sinônimos de modernidade. 

(Imagem: Loft decorado)

Studio: Diferente dos lofts, os studios apresentam mais divisões internas. Eles têm cerca de 30 m² e podem dispor de um dormitório delimitado com paredes.  
 
A característica do studio está ligada também à sua localização. Centralizado em áreas estratégicas da cidade, onde existe uma boa infraestrutura de lazer, serviços e transporte. Edifícios que têm imóveis deste tipo costumam oferecer facilidades como lavanderia coletiva, áreas sociais, como salão de jogos, piscina e até mesmo academia. A cozinha americana é integrada à área social e o pé-direito costuma ser acima do padrão.  
 
Os moradores de studio são predominantemente pessoas solteiros ou casais jovens que buscam conforto e praticidade para seu dia a dia. 

(Imagem: Studio)

Ficou fácil entender qual a diferença entre eles? Mesmo que possam ser semelhantes, cada um têm as suas especificidades, e variam um pouco seu público consumidor. Na hora de encontrar seu imóvel é sempre bom conferir todas as opções do mercado.  

Verão: ideias para curtir a estação mais quente do ano! 

Hoje começa oficialmente a estação mais aguardada do ano: bem-vindo, verão. 

Nessa estação, a vontade de passar mais tempo fora de casa para aproveitar os dias ensolarados aumentam, né?! Afinal, depois de tantos meses frios, quem não quer desfrutar do céu azul, do ar livre e dos dias ensolarados que chegam com o início do verão? Por isso, hoje trouxemos algumas dicas sobre como aproveitar os espaços externos do seu lar nos dias quentes. Boa leitura! 😊 

Organize campeonatos esportivos

As áreas de lazer da maioria dos condomínios possuem quadras de esportes, onde é possível organizar campeonatos, de diversos esportes, como futebol, vôlei e basquete com os vizinhos. A diversão é garantida, tanto para os adultos, como também para a criançada.
 

Churrasco entre os amigos 

Outra opção ligada, dentro do espaço do condomínio, são os salões de festa, muitas vezes com churrasqueira. No verão, é possível aproveitar o fim do dia, para um churrasco entre amigos. Durante ou no fim de semana, reúna toda a família para momentos descontraídos.

Concursos culinários

Em empreendimentos que contam com forno de pizza, é possível criar um concurso culinário, entre os amigos do condomínio, de quem prepara a melhor pizza. Além de ser um passatempo, é um evento delicioso, garantido momentos divertidos e muitos gostosos.

Curta a sua varanda

Curta ao máximo a varanda do seu apartamento. Leve para este espaço todas as atividades que você gosta de fazer dentro de casa, como ler, meditar, ouvir música, artes manuais e até trabalhar. Faça dela o seu QG de verão!

Atividades divertidas na piscina

Durante o verão, aproveite a piscina para realizar muitas brincadeiras. Os pequenos adoram e os adultos também podem curtir. Jogos, prática de esportes ou apenas um momento para se refrescar, as piscinas são o ponto alto desta estação.

Gostou? 
Aproveite o verão e divirta-se!  

POSIÇÃO SOLAR DOS IMÓVEIS: conheça os benefícios!

Todos nós sabemos que, ao avaliar um imóvel, as pessoas se preocupam, principalmente, com o preço, o tamanho e o bairro onde está localizado. Mas ninguém deve esquecer, também, de levar em consideração a posição solar e o andar que ele ocupa. 

Já houve quem se arrependesse de um investimento por não observar esses detalhes, pois a posição solar do imóvel influencia muito em sua valorização, além de determinar conforto e luminosidade. 

O principal motivo de estudar com atenção a posição solar e o andar na escolha do imóvel diz respeito ao conforto térmico e à luminosidade. Isto significa que um imóvel com a posição solar correta terá a luz natural suficiente. Também estará protegido da umidade e mofo. 

Assim, temos:

– Economia de energia elétrica;
– Conservação do imóvel e mobiliário;
– Melhor adaptação dos ocupantes ao frio e ao calor (conforto térmico);
– Bem-estar e saúde dos moradores. Valorização do imóvel.

Confira alguns detalhes de cada face:

FACE NORTE
Imóveis com face norte possuem recebimento de luz e calor de forma desigual, o sol nascerá a leste e permanecerá mais a norte durante o dia para se pôr a oeste.  A maior preocupação é o mofo e umidade e no caso de imóveis com face norte significa ter mais sol principalmente no inverno. 

FACE LESTE
Imóveis de face leste são concorridos, em principal, imóveis localizados em praias ou próximo a lagoas justamente por privilegiar lindas vistas, estes recebem o sol pela manhã.

FACE SUL
Imóveis de face sul na estação do verão costumam ser mais frescos, o que é uma vantagem, levando a gastos menores com ar condicionado, por exemplo. 

FACE OESTE
São imóveis que menos possuem mofo e fungos por terem maior incidência do sol, porém no verão, acaba tendo calor excessivo nos ambientes comuns.  

FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO: Saiba qual a renda mínima e como se preparar!

Comprar uma casa ou apartamento exige um planejamento de diversas áreas da vida e dos recursos financeiros para contratar crédito. Um comprador precisa avaliar os seus objetivos e necessidades futuras se a finalidade da compra for a moradia. Ele precisa também ter uma renda mínima para financiamento imobiliário, já que as instituições financeiras exigem os comprovantes de rendimentos. 

Conversamos com o Diretor da Imobiliária Razão, Marlon Moser, que explicou como funciona na prática as linhas de crédito, qual a renda mínima necessária e como se programar para esse momento. 

O que é

O financiamento imobiliário é uma linha de crédito, geralmente vinculada ao Sistema Financeiro de Habitação (SFH), que aceitam várias linhas de crédito como o Minha Casa Minha Vida (Casa Verde Amarela) ou sem vínculo com o SFH, porém o órgão de financiamento é um banco (público e/ou privado) que aceita e fica com o imóvel como garantia. 

Dentro das linhas de crédito, existem diferentes taxas de juros, é isso que diferencia um financiamento mais barato ou mais caro. 

Segundo Marlon, ‘’o mais comum são linhas de crédito padrão SFH, onde os financiamentos podem ter recursos de poupança, utilizando o FGTS.’’ 

Como funciona

O primeiro passo é ir até o banco de sua preferência para aprovar um crédito mobiliário em seu nome, apresentando sua renda, comprovante de residência, além dos documentos de identificação. O banco irá analisar sua solicitação e disponibilizar um valor, de acordo com o salário. 

Após aprovação do valor do crédito com o banco, você precisa procurar um imóvel. É hora de entrar em contato com um corretor de sua confiança, de preferência uma empresa tradicional do mercado. É muito importante que você deixe claro desde o início para o corretor, que você vai precisar financiar esse imóvel. Isso porque não são todos os imóveis que aceitam financiamentos.

Para dar entrada em um imóvel, são necessárias algumas exigências. São elas:
– Aprovação do crédito pessoal (renda comprovada 3x da parcela do financiamento)
– Escolher um imóvel que seja financiável 

Renda mínima para um financiamento 

Não existe uma renda mínima para solicitar financiamento. O valor da renda está vinculada diretamente com o valor da parcela. Escolha um financiamento que dentre valor da parcela  versus prazo de financiamento máximo, fique no máximo 1/3 da sua comprovação de renda, ou seja, 3x maior que sua renda. 

Prazo de financiamentos x idade 

Em bancos privado ou público, a idade máxima para quitar o financiamento é de 80 anos. Ou seja, uma pessoa de 75 anos, por exemplo, pode financiar um imóvel em no máximo 5 anos. 

Em bancos públicos, como na Caixa Econômica Federal, a idade limite é de 70 anos, mas o máximo são 10 anos de financiamento, somando assim 80 anos.

Pensando em financiar um imóvel? Entre em contato com quem entende do assunto. 
A Imobiliária Razão trabalha com um nicho de imóveis que aceitam financiamentos para você realizar seu sonho de maneira segura.

www.irazao.com.br 
(41) 3028-2060 (41) 99922-9994 

Como organizar a casa para receber um cachorro? 

Finalmente, você tomou essa decisão de ter um cachorro na sua casa ou apartamento. Mas antes de levar o bichinho para o seu lar é preciso de alguns preparos para recebê-lo com todo amor e segurança.

Cantinho reservado só para ele 

Antes de mais nada, reserve um cantinho exclusivo para o animal com a caminha e os brinquedos. Este local deve ser amplo e aberto para que ele possa se movimentar. E também deve ser perto de você, para que ele não se sinta ansioso e isolado. Os brinquedos também são indipensáveis, mas é preciso estar atento ao material. Não existe uma regra única, pois depende da raça.

Mas, o ideal é escolher materiais que o animal não consiga destruir facilmente, para evitar a ingestão. Coloque um pote de água e outro para a comida do cachorro. Em relação à alimentação, escolha rações de boa qualidade e indicadas para a idade do animal.

Como fazer a higiene do local 

Fique sempre atento à limpeza do local e opte por utilizar desinfetante sem aroma e evitar água sanitária e cloro que podem ser nocivos aos pet.

Sobre a caminha, aspire com frequência, de preferência em dias alternados.
É importante para retirar o pelo acumulado. Se estiver suja, pode passar um pano úmido. Ela deve ser lavada mesmo pelo menos uma vez por mês e trocada anualmente.

Os potinhos de água e da comida devem ser lavados diariamente. Prefira potes de louça ou de metal, que têm durabilidade maior. Para higienizá-los, basta lavar com água e detergente. Mas é preciso ter uma esponja exclusiva para essa higienização. Para manter seu piso livre de manchas de grama, patas molhadas e lama, você pode colocar um pequeno capacho ou um tapetinho perto da porta que o seu cachorro mais usa para entrar e sair de casa. Isso vai aliviar as marquinhas que, de vez em quando, aparecem no piso.

Criar uma rotina é fundamental 

Cachorros adoram rotina, pois seu sistema funciona como um reloginho. Assim, o pet sabe a hora de levantar, quando vai ganhar comida, o momento de passear e até mesmo quando você vai chegar em casa!

E, por isso, fugir da rotina é muito estressante para eles. Então, por mais que você esteja cheio de tarefas, preparando a mudança de casa, tente manter a rotina de seu pet. Continue com a hora da comida, de ir ao banheiro e de passear. Isso vai mostrar que mudanças não são tão ruins assim.

Da mesma maneira que você varre sua casa com frequência e lava a sua roupa, seu pet merece essa atenção em suas atividades diárias. Recolher os brinquedos espalhados, guardar a ração em local adequado e ter tudo à mão quando necessário, melhora sua qualidade de vida e a do seu cãozinho. No mais, é só dar muito carinho e amor e aproveitar essa companhia tão especial!

 

Primeiro aluguel: o que fazer na hora de escolher um apartamento para alugar

Chegou a hora de sair da casa dos seus pais, o tão sonhado “sair do ninho”. Mas, encarar essa nova fase e procurar um apartamento para alugar pode ser desafiante e cheio de receios, não é mesmo? Diariamente, nós recebemos dezenas de pessoas que vão passar pelo seu primeiro aluguel, e elas vêm sempre com muitas dúvidas de como agir nesse momento, qual o melhor apê, se deve escolher um mobiliado ou como funcionam as formas de pagamento.  

Por isso, reunimos aqui as melhores dicas do que fazer ou planejar nesse momento, e o que poderia ser algo estressante, se transformar em algo especial e que você vai lembrar com carinho no futuro! Afinal, ter o nosso próprio cantinho é tudo de bom.  

  1. Faça um planejamento financeiro e tenha uma reserva de emergência 

Coloque na ponta do lápis todas as despesas que você já possui e as que você vai começar a ter agora que mora sozinho e inicia uma nova vida. É importante calcular as contas diretamente relacionadas ao imóvel (aluguel, condomínio, seguro incêndio) e contas do dia a dia, como o valor do transporte, com alimentação, plano de saúde, etc…assim, você não é pego de surpresa no final do mês. 

Outra dica financeira importante é ter uma reserva de emergência. Querendo ou não, imóveis sempre necessitam de pequenos reparos: é um chuveiro que queima ou uma torneira com vazamento. Ter uma grana guardada para esses momentos é muito importante.  

  1. Pesquise sobre a região do imóvel 

Você entrou no nosso site e fez uma pré-seleção dos imóveis que mais se interessou e agora agendou as visitas. Legal! O próximo passo é pesquisar a localização deles, principalmente se você for novo em Curitiba e Região. Confira se a região é próxima dos lugares que você vai precisar se deslocar no dia a dia, como trabalho, faculdade ou escola dos filhos.  

É interessante também caminhar pela vizinhança do prédio. Conhecer o bairro em que você vai morar é essencial para entender se combina com o seu estilo de vida!  

  1. Observe os detalhes durante as visitas 

Alguns detalhes podem passar despercebidos durante a visitação, então a gente reforça pra você se atentar a eles: verifique as condições do apartamento, pergunte ao corretor quantos anos o prédio possui, se há a necessidade de alguma reforma, confira a parte hidráulica (torneiras, chuveiros, descargas) e elétrica (faça um teste carregando o seu celular e tocando a campainha).  

  1. Se atente à segurança do condomínio  

Ao verificar a localização do imóvel, veja se é uma rua bem policiada ou segura para morar. Pergunte ao corretor se o condomínio possui vigilância 24h, como câmeras de segurança e portaria.  

Não esqueça que ao se mudar, você deve fazer a troca da fechadura e chaves da entrada do apartamento.  

  1. Questione as regras do condomínio 

O prédio possui alarme automático após um horário? O condomínio possui academia, piscina, salão de festas, churrasqueira ou outras áreas em comum? Preciso fazer reserva? Até quais horários? Tire suas dúvidas sobre o uso compartilhado e outras regras de convivência.  

  1. Escolheu o apê? Separe a documentação  

Entre os documentos solicitados ao inquilino, geralmente estão: documento de identificação com foto, CPF, comprovante de renda e os mesmos documentos de um fiador (quando necessário). Com a papelada separada, agiliza o momento de se mudar para o novo lar!  

  1. Solicite uma vistoria  

Antes de assinar o contrato, a vistoria é feita pelo proprietário, com apontamentos de todos os detalhes do imóvel. A vistoria fica documentada e você deve revisar com bastante atenção. Em caso de contestação, você deve entrar em contato com a imobiliária!  

  1. Confie na Imobiliária Razão e nossos parceiros 

Conte com a expertise de quem entende de imóveis há mais de 30 anos! Nós te orientamos durante todo o processo do aluguel, além de termos os parceiros que podem facilitar toda a parte burocrática! Com a CredPago, em menos de 1 minuto você recebe uma resposta de análise de crédito!  

 

Conseguimos tirar todas as suas dúvidas? Agora é só escolher o seu apê, com certeza você vai se apaixonar pelos imóveis disponíveis em nosso site!  

CredPago: nova parceira da Razão garante aluguel mais rápido e sem fiador

Está em busca de um imóvel para alugar, mas gostaria de mais facilidade? 

CredPago é uma garantia locatícia apenas para pessoa física se define como como uma startup que rompe barreiras no mercado de locação de imóveis, diminuindo custos e eliminando processos burocráticos. Seu objetivo é facilitar o acesso à moradia, baixando a régua de preços das garantias pagas e levando mais liberdade para quem quer alugar sem precisar de fiador. 

Como funciona? 

  1. Você escolhe o imóvel que existem em nossa base de dados e envia dados pessoais. 
  1. O corretor preenche na hora seus dados na plataforma CredPago e, em menos de 1 minuto, você tem a resposta da análise de crédito. 
  1. Se aprovado, o inquilino receberá um e-mail para que aceite os termos e prossiga para o pagamento das taxas CredPago. 
  1. Após aceitar os termos, você definirá a forma que irá efetuar o pagamento da taxa inerente à locação, que ficará no valor de 10% do aluguel acrescido de eventual taxa incluída no cálculo. O pagamento poderá ser da seguinte forma:  

– TED, em uma única vez; 

– Boleto, em uma única vez; 

– Cartão de crédito, parcelamento em até 12 vezes; 

*Além da taxa de 10% que é cobrada para garantir a locação, será cobrado uma taxa pela contratação (setup) parcelável em 3 vezes. 

Além das vantagens para o inquilino, a CredPago também leva ganhos aos proprietários! Ele receberá o valor do aluguel em poucos dias, além de maior agilidade para local o imóvel, já que o processo é feito sem burocracia! 

 

E aí, entendeu como funciona? Se você ainda estava dúvida se era possível alugar um imóvel de forma ágil, apostamos que se sentiu mais aliviado ao saber que a CredPago e a Razão podem te ajudar! 

Quer saber mais detalhes? Entre em contato com a gente!  

(41) 3028-2030 | (41) 99706-3735 

 

Cuidados com o seu imóvel para vender mais rápido.

vender casa

Vai vender um imóvel? 

O time de corretores da Razão vai dar o seu melhor para vender ele, mas, você também pode contribuir com alguns cuidados para que ele seja vendido mais rápido. 

Estes cuidados não se limitam apenas à aparência que ajudam a valorizar o imóvel, mas, incluir outras questões como documentação, por exemplo. Tudo para que a negociação seja tranquila rápida. 

Bora lá? 

1) Reforme o imóvel 

Isto mesmo. Antes mesmo de colocar o imóvel a venda, faça os reparos necessários. Impressionar os interessados é fundamental. 

Fica mais difícil o potencial comprador se interessar por um imóvel que esteja com muitas “coisas pra fazer”. Isso vai desmotivá-lo. 

Então, deixe tudo bonitinho para causar uma boa impressão. 

2) Renove a pintura 

Paredes sujas ou com marcas do tempo também podem desmotivar um possível comprador. 

Uma dica importante é investir em tons claros que, além de agradar a maioria das pessoas, contribuem para ampliar os espaços. 

3) Organização 

Um ambiente organizado é essencial para atrair potenciais compradores. Lembre-se que a Razão vai disponibilizar as fotos no seu site e em portais parceiros, como a Rede ImóveisMuitas fotos serão disponibilizadas e, fotos com bagunça são menos atrativas. 

Esta dica vale ainda mais para o momento da visita. Se ela foi agendada, isso significa que a pessoa já deu um passo adiante no seu interesse. Então, um ambiente organizado e impessoal é importante para que o provável comprador possa de identificar com o imóvel. 

4) Ilumine o ambiente 

Lembre-se que quando um interessado for visitar o imóvel, ele vai reparar em todos os detalhes e a iluminação está incluído. 

Verifique as luzes do local e substitua lâmpadas queimadas. A maioria das pessoas gostam de cômodos claros e bem iluminados. 

5) Revise a documentação 

Além da preocupação com a parte física do local, quem vende deve ficar atento à documentação envolvida na transação. Por isso, certificar-se de que tudo está em dia, como pagamentos de impostos, contas e escritura, é uma medida que evita aborrecimentos futuros relacionados a essa questão. 

Vale lembrar que, entre os documentos envolvidos na negociação, estão: 

  • certidão atualizada do registro do imóvel; 
  • comprovantes de pagamento do IPTU; 
  • declaração do síndico ou administrador assegurando que o imóvel não tem débito, entre outros. 

 Como você pode ver, uma boa negociação depende muito dos cuidados com o imóvel antes de colocá-lo à venda. Com tudo em dia, tenha certeza que a equipe da Razão estará empenhada em divulgar o seu imóvel e encontrar o comprador. 

Qualquer dúvida que você tenha, estamos à disposição! =) 

Home office: dicas para ser produtivo trabalhando em casa

imagem executiva home office imobiliária razão

A quarentena por conta do novo coronavírus mudou drasticamente o cenário das grandes cidades. Com lojas, shoppings e empresas fechadas, as pessoas estão sendo estimuladas a ficarem em casa para minimizar o risco de contágio pelo vírus da Covid-19.

Com tanta empresa fechada, quem pode trabalhar de casa acabou adotando a rotina de home office. Mas este é um cenário novo para muita gente, e o trabalho em casa pode acabar se tornando bem caótico para quem não se prepara.

Continue lendo “Home office: dicas para ser produtivo trabalhando em casa”